Compartilhe essa Notícia:

Artistas de Dom Pedro estão se mobilizando para conseguir apoio do município.

O município de Dom Pedro, assim como as demais cidades do Maranhão, passa por um momento de restrições quanto às festividades e outros tipos de eventos com potencial de reunir aglomerações. Porém, a classe dos músicos está desamparada desde o início da pandemia, pois nunca receberam nenhum auxílio financeiro para compensar esse período em que estão inativos por conta do distanciamento social. 

Os artistas querem que a prefeitura disponibilize ao menos algum recurso para apoiar a classe, que em Dom Pedro é formada por muitos nomes, não só de músicos principais, mas também de apoio, que vivem exclusivamente de música e precisam urgentemente de algum suporte.

No ano passado, ainda na gestão de Alexandre Costa, a Secretaria de Cultura de Dom Pedro recebeu mais de R$ 130 mil da Lei Aldir Blanc, recurso este que era para ser direcionado para os artistas que ficaram desamparados. 

Porém, a secretaria fez muitas exigências para que os músicos pudessem receber a quantia, exigências essas que, de acordo com os artistas, chegavam a ser abusivas. Dos músicos do município, apenas um guitarrista recebeu. 

Dentre as exigências absurdas para receber o auxílio, chegaram até mesmo a cobrar vídeos do artista se apresentando há 10 anos atrás, tudo para provar que o candidato de fato vive de música. Nem mesmo Kiko Maranhão, que todos em Dom Pedro sabem ser um nome profissional, conseguiu escapar dessa exigência. 

"O que está acontecendo conosco acontece no Brasil inteiro. Os músicos estão abandonados, ninguém nos ajudou. Já faz um ano que fiz meu último show, e de lá pra cá só Deus sabe o que venho enfrentando. Saiu prefeito, entrou prefeito e até hoje ninguém nunca se manifestou para nos ajudar. O dinheiro da Lei Aldir Blanc veio para a cidade, mas os músicos não receberam, e sim, outras pessoas diferentes... estamos sem ninguém para dar uma palavra por nós, como vivemos totalmente de música fica difícil.", disse Kiko Maranhão.

A classe artística alega que já tentou diversas reuniões com as autoridades municipais, porém, nunca são recebidos. Em uma nota publicada, os músicos alegam que são a favor do Decreto Municipal para evitar a proliferação do vírus, mas que desejam apenas um auxílio emergencial da prefeitura para minimizar os impactos financeiros sobre a categoria. 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

9 Comentários

  1. Só trabalhar que ganha dinheiro. Agente não vive só de tocar tem que aprender outras fonte de viver pra sobreviver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai estuda rapaz tu ta achando que é fácil aqui ninguém é famoso não meu amigo agente trabalha duro , se disse tempo por uma roça com certeza ja teriamos botado mas ninguém tem porção magica não plantação precisar de tempo até a colheita e precisamos agora é direito nosso maluco, o dinheiro veiu mas provavelmente quem recebeu foi pessoas como vc que provavelmente ja tem uma fonte de renda e ta despreocupado, ta desinformado vevi morrendo de inveja achando que vida de músico é fácil, se toca rapaz os mas afetado fomos nos acha que se agente soubesse que isso ira acontece não teriamos vedidos nosso equipamento e por até uma roça? Como vc fala? Ralei pra caralho roçando juquira pra compra um teclado estudei pra caramba pra aprender toca e agora vc ter que vender seu unico meiu de vida pra não ver seus filhos passarem fome , trabalharmos duro todos os dias ne so final de semana não meu amigo som tem que fazer manutenção diariamente e ainda não fica bom tem sempre um pra fala que o som ta ruim , vc não tem o direito de fala que é fácil vc nuca trabalhou como músico, pra pessoas que vam curtir uma festa é brincadeira pra nos é trabalho duro.

      Excluir
  2. Todos desocupados , capinar um lote nem um quer !

    ResponderExcluir
  3. O inverno tá bom, é só eles irem plantar uma roça.

    ResponderExcluir
  4. Esse pessoal aí tá reclamando, agora imagina os empregados demitidos das empresas do ramo de comércio, prestadores de serviço, escolas, transportes particulares, etc, que já demitiram e estão quase fechando as portas sem nenhum gesto de preocupação desses aí? Recebi intimação com ameaças em vez de auxílio. A única coisa que tenho direito é manifestação legal que poderei fazer na próxima eleição. Ainda poderei fazer, felizmente.

    ResponderExcluir
  5. Conserteza esses artitas sao quase todos solteiros fica reclamando podendo trabalhar pescar fazer qualquer coisas e fica se reclamando
    imagina um pai de família com monte de filhos como fica na hora do rango

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara vc não sabe de nada provavelmente esta de boa, vc sabe o que é se pego desprevenido ? Não tem nem como por roça não meu amigo plantação leva tempo pra vc colher e precisamos sustenta nosas familhas agora temos direito é lei i dinheiro veiu, tenho filho pequeno que precisa comer , agente inverte tudo qye têm pra compra um equipamento pra poder trabalhar somos enrolados as vezes, de uma hora pra outra um bebado derama cerveja no teclado e estraga tudo, aguentamos todos os tipos de abuso , aqui ninguém que fica rico não temos familha pra sustentar, vc provavelmente é dos laranjas que recebeu esse benefício sem direito e nem precisão por isso esta falando besteira, tu no sabe de nada, nos trabalharmos duro pra ganha nosso sustento acha que é fácil, cansei de arasta caixa nas costas, passa o a semana toda tentando fazendo manutenção em equipamento pra no final de semana tentar ganha algum tustao e as vezes o dono da festa ainda enrola agente, e vc fica no prejuízo com filhos pra sustentar, aqui ninguém é famoso não aqui é trabalho duro,

      Excluir
  6. Essa vai pra esses comentário negativo q não valoriza os musico é a cultura brasileira.
    Peça a Deus q nunca seja preciso um MÚSICO ir tocar é cantar pra vc ou até um filho seu em um hospital do câncer.

    ResponderExcluir
  7. Antes de criticar um musico assista esse vídeo.
    https://youtu.be/Htec23kApxk

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA