Compartilhe essa Notícia:

Em pronunciamento nesta sexta-feira (12), o governador do Maranhão usou, pela primeira vez, o verbo implorar ao pedir que a população fique em casa durante a vigência do novo decreto. Medidas começam a valer a partir de segunda (15).


Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (12), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou novas medidas para conter o avanço da Covid-19 no estado. Dentre elas, a suspensão de atividades em bares e restaurantes da Grande Ilha de São Luís.

Durante o pronunciamento, o governador usou, pela primeira vez, o verbo implorar ao pedir para que a população mantenha o distanciamento social.

"Volto a pedir, volto a conclamar, volto a convidar e, pela primeira vez em entrevista coletiva, uso o verbo implorar. Eu estou implorando: pelo amor do nosso senhor Jesus Cristo que as pessoas nos próximos dias cumpram esses compromissos mínimos. Mínimos, básicos", seguiu.

A suspensão de atividades em bares e restaurantes começa a partir de segunda-feira (15). O governador explicou, que com as novas medidas, o decreto antigo em vigor no estado desde a última sexta-feira (5), será prorrogado até 21 de março.

“Nós precisamos de um prazo para que os estabelecimentos se adaptem, por isso estamos dando três dias de adaptação. Bares e restaurantes são lugares propícios para que as pessoas não usem máscara’’, disse.

Veja as medidas contra o coronavírus no Maranhão, anunciadas nesta sexta-feira, em coletiva:

Grande Ilha de São Luís

Fechamento de bares e restaurantes entre os dias 15 a 21 de março;

Igrejas podem funcionar com o limite máximo de 30% da capacidade;

Comércio continua funcionando entre às 9h às 21h.

Em todo o Maranhão

Festas, eventos e aulas presenciais continuam suspensas;

Serviço público estadual continua sem atividade presencial, exceto para serviços essenciais.

Auxílio para bares e artistas

Na ocasião, Dino divulgou a criação de dois auxílios emergenciais para o setor cultural e para donos de bares e restaurantes, durante o período em que o decreto estadual permanecer em vigor no Maranhão.

Para o setor cultural de São Luís, o valor do auxílio será de R$ 600 e o critério, é ter participado da Lei Aldir Blanc. A parcela única será creditada até o dia 19 de março, apenas com o cadastro realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (SECMA).

Já o auxílio para donos de bares e restaurantes da Grande Ilha, será no valor de R$ 1 mil. O repasse será feito por meio de parcela única e creditada na próxima sexta-feira (19). Entretanto, outros detalhes não foram divulgados pelo governador.

Aquisição de vacinas

De acordo com o Flávio Dino, foi realizada uma reunião os nove governadores do Nordeste para a aquisição da vacina Sputinik V, da Rússia. O governador explicou que por enquanto, os estados vão seguir a Lei e aguardar o Ministério da Saúde realizar as aquisições. Dino afirmou que o ministro Eduardo Pazuello, mostrou ter interesse para a compra.

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Be be be. Dando dinheiro pra dono de bar, ai q eles vão beber . Nimguem segura ninguém. Principalmente gente.

    ResponderExcluir
  2. Isolamento social não resolve nada , remédio para COVID é Cloroquina do Bolsonaro !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa cloroquina é tão eficaz, que o Bozo mandou vacinar a mãe dele.

      Excluir
    2. O melhor remédio para covid. É comer bastante mortadela. 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

      Excluir
  3. Fica em casa e a economia agente ver depois.

    ResponderExcluir
  4. Se isolamento social resolvesse o vírus teria se dissipado no primeiro semestre de 2020.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA