Compartilhe essa Notícia:

Para quem ainda não entendeu a história, veja essas informações com atenção. 

O repórter e apresentador do programa Bandeira 2, Romário Alves, um dos mais conceituados fazedores de programas de TV policial de Bacabal e da região do Médio Mearim, foi abruptamente tirado do ar em sua emissora (TV DIFUSORA/SBT) após o dono da TV, o Deputado Roberto Costa, ficar insatisfeito com os comentários que o mesmo fez ao vivo em favor do filho do ex-senador João Alberto, o deputado federal João Marcelo.

Romarinho foi enfático ao dizer que João Marcelo tem feito a diferença com o envio de muitos recursos para a cidade, o que tem ajudado o prefeito Edvan em sua administração. Porém, Romário fez um alerta à população por causa dos deputados que apenas aparecem nas inaugurações para tirar fotos, e não fazem o mesmo que João Marcelo, que é enviar recursos. Ou seja, a famosa bidela política.

Com isso, a guerra interna do MDB, entre João Marcelo e Roberto Costa, ficou mais evidente. Logo, o deputado que já foi muitas vezes chamado de deputado forasteiro pelo apresentador de TV Israel Braga, agora ganhou mais alguns codinomes: "Deputado Bideleiro" , "Deputado Mentirinha", "Coronel Costa" e ainda "Perseguidor de Funcionários".

Porém, tem mais coisas que esse episódio revela: o principal é o fato de que a TV Difusora de Bacabal, que antes era tida como o ‘Palácio da Comunicação’ bacabalense, está hoje como a emissora de TV com o pior sinal/cobertura e a grade comercial fraca. Talvez por isso, que o próprio dono da TV Difusora, quando sai de São Luís e dá as caras em Bacabal, sempre prefere dar entrevistas em outras emissoras e não naquela que ele mesmo é proprietário. Uma vergonha! Uma piada mesmo! 

Também se ouve pela "rádio-peão" que os homens salários atrasam, que a empresa não dá férias para os funcionários, que os coitados têm que trabalhar na gambiarra, com equipamentos sucateados e por aí vai...

Resta saber como é que Romarinho vai dar a volta por cima, porque essa situação já repercute a nível estadual e a lógica fala mais alto: Bandeira 2 com Romarinho era o programa que sustentava a emissora. E para terminar, vamos fazer o seguinte raciocínio: Se nem uma TV esse deputado consegue administrar com respeito ao cidadão, imagina uma cidade...

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA