Compartilhe essa Notícia:


O promotor de eventos Walace Santos Leite é suspeito de realizar uma campanha falsa em Joselândia com o objetivo de arrecadar dinheiro para supostamente dar o último adeus à sua mãe, que teria falecido em São Paulo (SP).

Segundo informações, ele também é acusado de aplicar diversos golpes na cidade de Joselândia. Em meados de 2020, na campanha eleitoral do candidato Laécio Alves, Walace assumiu a responsabilidade de providenciar a confecção das camisas da campanha. Na ocasião, 35 pessoas pagaram a quantia de R$ 25,00 cada, totalizando R$ 875,00. Walace não apenas deixou de entregar as peças de roupa, como também não devolveu o dinheiro apurado.

Em outra situação, ele organizou uma excursão. Mais uma vez ele pegou o dinheiro adiantado das pessoas e, no dia marcado para a viagem, todos ficaram esperando o micro-ônibus, que nunca apareceu. Walace também promoveu o show do Vitor Fernandes, porém o evento foi cancelado e as pessoas que compraram o ingresso antecipado não tiveram o estorno do dinheiro.

Dessa vez, o promotor de eventos está sendo acusado de forjar a morte da própria mãe na intenção de aplicar um golpe. Nos últimos dias, Walace foi até as redes sociais informar que sua mãe havia falecido em São Paulo (SP). Na mensagem, ele alegava que estava sem condições financeiras de viajar até a capital paulista e, por isso, pedia aos amigos que o ajudassem a juntar R$ 2.500,00, que seria a quantia suficiente para cobrir as despesas da viagem.

Muitas pessoas, já sabendo do histórico do jovem, ficaram com o pé atrás, mas, comovidos com a história e acreditando que o sujeito não envolveria a própria mãe em uma tentativa de golpe, resolveram ajudá-lo com a "vaquinha".

A suposta farsa teria sido descoberta por algumas pessoas, que, desconfiadas, fizeram uma rápida pesquisa no Google e verificaram que a imagem que ele havia postado como sendo do enterro de sua mãe era na verdade de uma garota de 17 anos, morta no Rio de Janeiro em 2018.

O caso tem gerado polêmica e causado revolta em grupos das redes sociais de Joselândia. O fato é que Walace pegou o dinheiro arrecadado (cerca de R$ 1.900,00), saiu da cidade, e até agora ninguém sabe o seu paradeiro.




Com informações Joselândia News

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. Povo sem noção , caíram na armadilha porque quiseram quem tem costume de fazer essas coisas não deixa não kkkkk

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA