Compartilhe essa Notícia:

 O governador do Maranhão agradeceu ao PCdoB pela 'acolhida fraterna' durante os 15 anos de 'militância' que teve no partido e declarou haver diferenças entre ele e o PCdoB de 'estratégia e tática políticas'.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou no início da tarde desta quinta-feira (17), que pediu sua desfiliação do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), partido no qual passou 15 anos de sua vida política. O anúncio foi feito por meio das redes sociais.

“Informo que pedi desfiliação ao PCdoB. Desejo êxito ao Partido na sua caminhada em defesa de uma Pátria Livre e Justa. Uma grande Frente da Esperança é um vetor decisivo para um novo ciclo de conquistas sociais para o Brasil. A tal tarefa seguirei me dedicando”, declarou Flávio Dino.

O governador do Maranhão também agradeceu ao PCdoB pela 'acolhida fraterna' durante os 15 anos de 'militância' que teve no partido e declarou haver diferenças entre ele e o PCdoB de 'estratégia e tática políticas'. Segundo Flávio Dino, essas diferenças são menos importantes do que o reconhecimento dele em relação ao partido.

“Agradeço ao PCdoB a acolhida fraterna nesses 15 anos de militância. Diferenças que hoje temos, de estratégia e tática políticas, são menos importantes do que o meu reconhecimento ao papel histórico do partido na defesa de um novo projeto nacional de desenvolvimento para o Brasil”, destacou Dino.

No documento enviado ao PcdoB, pedindo a desfiliação, Flávio Dino afirmou haver 'visões diferentes' entre ele e o partido comunista.


Na última terça-feira (15), Flávio Dino já havia sinalizado, durante entrevista a um jornal, que considerava "uma possibilidade" sair do PCdoB para o Partido Socialista Brasileiro (PSB). Na ocasião ele declarou que havia defendido no PCdoB que fosse feita uma união na modalidade da chamada federação partidária e ele acreditava que essa união era possível de ser feita com o PSB.

No entanto, após anunciar a saída do PCdoB nesta quinta, Flávio Dino ainda não revelou em qual partido irá se filiar. Porém, a expectativa é de que o governador do Maranhão se filie, na próxima semana, ao PSB.

As conversas entre Flávio Dino e o Partido Socialista se iniciaram ainda no ano passado. Desde do início de maio, que Dino vinha conversando com aliados para levá-los para a legenda.

O governador do Maranhão é cotado para disputar o Senado nas Eleições 2022, no entanto, ainda é especulada a possibilidade de ele compor, como vice, na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que disputará a Presidência da República em 2022.

De 1987 a 1994 Flávio Dino foi filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT). Já em 2006 ele se filiou ao PCdoB e em 2014 foi eleito governador do Maranhão, sendo o primeiro filiado do PCdoB a governar um Estado.

Fonte: G1
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

11 Comentários

  1. Nunca vai ter meu voto

    ResponderExcluir
  2. A diferença é somente "estratégia e tática políticas", continua comunista. Deseja "êxito ao Partido na sua caminhada em defesa de uma Pátria Livre e Justa". Pergunto igual a Cuba e Venezuela? Onde o cidadão pra sair de Cuba pede autorização ao governo ou se lança no mar pra nadar até os EUA (livre), ou, caso da Venezuela, morre de fome ou foge para os países vizinhos para mendigar (justa)?

    ResponderExcluir
  3. Não vai conseguir enganar ninguém com isso. Já sabemos que é vc governador comunista. Tá saindo pra se camuflar e se disfarçar de um bom moço kkkk.

    ResponderExcluir
  4. Cuidado governador. Por mim vc não ganha mas nem pra síndico de prédio. Queria ser presidente kkkk. Mas e conseguiu o que queria, que era o apoio do Barba. Agora vai tentar ser senador.

    ResponderExcluir
  5. Esse governador é um safado apoiador de bandido é igual ao lula ladrao safado e canalha mais breve ele vai tirar aquela bunda gorda sa cadeira de governador

    ResponderExcluir
  6. O comunista tá com medo da sigla

    ResponderExcluir
  7. Esse vagabundo tá sem partido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rapaz, quando ver um político trocando de partido, ou sem partido são todos vagabundos.

      Excluir
  8. Nunca deixará de ser comunista. Também não terá o meu voto.

    ResponderExcluir
  9. Fora Flávio Dino!!!!

    ResponderExcluir
  10. Não tem meu voto. Só votaria de apoiasse Bolsonaro.

    ResponderExcluir