Compartilhe essa Notícia:

 


O juiz da 2ª Vara da Comarca de Balsas, Tonny Carvalho Araújo Luz, está no centro de uma investigação que apura suposta cobrança de favores sexuais para proferir uma decisão a favor da parte autora de um processo judicial.

O inquérito está em trâmite na 1ª Promotoria de Justiça da cidade, que tem como titular Dailma Maria de Melo Brito.

Segundo o Parquet, Tonny Luz teria exigido favores sexuais a Daniela da Silva Moura, que é parte autora de um processo que requeria uma medida protetiva de urgência.

Procurada pela reportagem, a Corregedoria Geral Justiça não se manifestou até o fechamento do texto.

As investigações na Promotoria de Balsas tem um ano para serem concluídas.

Se for comprovada a denúncia, o Ministério Público pode entrar com um processo contra o magistrado por ato de improbidade administrativa. Caso seja condenado, poderá até perder o cargo.

Tony Luz também deve ser investigado em um procedimento administrativo disciplinar pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Neto Ferreira 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Vixe fosse pelo menos bonito valia a Pena kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Juizinho esperto né, querendo comer uma sendeira de graça kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Pobre Juiz. Estava na roça.

    ResponderExcluir
  4. Tem um NEGAO se habilitando pra pedir essa medida tbem...

    ResponderExcluir
  5. É muito difícil perder o cargo... é mais fácil a situação se inverter, a vítima virar réu e o reu virar vítima. É o que ocorre no Brasil.

    ResponderExcluir
  6. Corrupto. Estuprador. Não honra o cargo. São pedantes. E não pode nem ser considerado imparcial.

    ResponderExcluir