Compartilhe essa Notícia:

No fim de março, Ribeiro renunciou ao posto, pondo Godoy como novo encarregado do ministério interinamente.


Victor Godoy, foi nomeado novo ministro da educação, na manhã dessa segunda-feira (18), Godoy era secretário executivo do ministério desde 2020, quando o antecessor, Milton Ribeiro assumiu o cargo.

Após o escândalo de corrupção envolvendo o ex-ministro no fim de março, Ribeiro renunciou ao posto, pondo Godoy como novo encarregado do ministério interinamente.

Com a nomeação, Victor Godoy torna-se o quinto encarregado pelo Ministério da Educação durante o governo Bolsonaro. Dessa forma, o MEC é o ministério que mais teve trocas de ministro durante esse período, sendo também o maior número de trocas entre todos os outros governos.

Recém-oficializado como novo comandante da pasta, Godoy começa os trabalhos já no Congresso. O Senado aprovou, no dia 6 de abril, a convocação do novo ministro para prestar esclarecimentos sobre as denúncias de corrupção envolvendo o MEC durante o mandato de Milton Ribeiro, além de outras questões envolvendo obras não concluídas financiadas com recursos do ministério.

Fonte - O Imparcial

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

11 Comentários

  1. É muita corrupção!

    ResponderExcluir
  2. Todo mês troca de ministro, esse governo parece uma zona

    ResponderExcluir
  3. Esse gonverno, vai ficar na história, más não e de trabalhar não,e de quem troca más ministro

    ResponderExcluir
  4. Eu fico olhando os petistas falando de corrupção qual á moral quê vcs têm

    ResponderExcluir
  5. Ufaa pelo menos ninguém acha dinheiro na mala e ainda fala que do amigo ✌️😁😁😁👏👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  6. QUANDO NÃO PRESTA TEM QUE TROCAR MESMO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que trocar e tudo começando por esse presidente pilantra.

      Excluir
  7. O governo mais atrapalhado que eu já vi

    ResponderExcluir
  8. LULA 13, LULA PRESIDENTE

    ResponderExcluir