segunda-feira, 14 de março de 2016

Foto de casal acompanhado de babá em manifestação divide opiniões nas redes


Neste domingo marcado pela manifestação que levou milhares de pessoas à praia de Copacabana para protestar contra o governo Dilma, a imagem de um casal vestido de verde e amarelo e acompanhado por uma babá cuidando de seus filhos gerou polêmica.

Na imagem, os pais surgem um pouco à frente, enquanto a babá, mais atrás e de branco, leva as crianças no carrinho.
Muitos internautas enxergaram na imagem um retrato da desigualdade social do país. Já outros apontaram para uma simbologia das condições de subemprego a que algumas empregadas domésticas estão submetidas. 

Do outro lado, muitas pessoas defenderam a presença da babá em meio ao protesto. Entre os argumentos, a ideia de que pelo menos a funcionária não está desempregada.
Continua...



E outros foram mais longe, relacionando o registro com a arte de Debret, artista francês que retratava a sociedade escravocrata brasileira no século XIX.

Fonte: Extra

13 comentários:

  1. no Brasil quem defende o comunismo radical deveria ir embora para Cuba ou Coreia do Norte, lá sim é um comunismo radical, esse preconceito contra rico e um absurdo, rico gera emprego, gera oportunidades, não é porque nascemos pobre que temos que morrer pobres, ninguém nasceu para trabalhar só para pagar contas, estude, trabalhe e vença na vida, não veja o rico como alguém que tenha que ser desprezível mas sim alguém que você queira ser um dia com seu trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os políticos e artistas que defendem o comunismo ou socialismo, são os mesmos que não abrem mão de suas fortunas pra viverem na igualdade

      Excluir
  2. É verdade. O problema é q a maioria de quem nasce pobre tem preguiça e de estudar p conseguir o melhor p si!

    ResponderExcluir
  3. outro dia, olhei uma poção de gente criticar Domingos Dutra por ter falado algo sobre vaqueiro, os leitores falava que era preconceito contra a classe, contra pobre. A minha pergunta é? como podemos permitir preconceitos contra ricos e alimentar a demonização do preconceito contra pobre? não devemos ter preconceitos, seja lá qual classe da sociedade.

    ResponderExcluir
  4. Esse negócio de diferença de classes é jogado pela mídia petista para desviar a atenção do real problema desse país hoje que é a ladroagem generalizada desse partido e dessa presidente corrupta.Pobres, ricos, pretos e brancos estão sofrendo por causa da corrupção! Fora Dilma, fora Lula jararaca, fora PT, fora ladrões em geral, sejam de que partido for.Temos que.moralizar nossa política!

    ResponderExcluir
  5. A baba tem carteira assinada? Recebe o salário da categoria? Se tá tudo certo, qual o problema? A roupa branca é como a de médico, é higiênica. Os patrões dela tem culpa de ela ser pobre? Por que ela não estudou para ter uma vida melhor?

    ResponderExcluir
  6. aproveitando pra passear no primeiro dia do ano sem medo de ser roubado na rua

    ResponderExcluir
  7. Nada demais. Todos, independente da classe social, têm direito a se manifestar com o aparato que lhe convém e seu bolso permite. Cansei de ir a manifestações em SP e DF contra Sarney, Collor e FHC com Lula presente e ele só andava de carro de luxo e muitos seguranças. Isso bem antes de ser Predidente.

    Allan Roberto

    ResponderExcluir
  8. Sou pobre , sempre fui, desejo deixar de ser um dia, tô trabalhando para isso. Más sei quanto pobre e ofendido quando se refere a pobre.em vez de se ofender devia era trabalha se lasca de estudar, mas quer de mais

    ResponderExcluir
  9. Esse casal é funcionário da Rede Globo

    ResponderExcluir
  10. o petista se incomoda com esa foto por que eles nao suportam ver ng trabalhando. para um petista essa mulher deveria estar pedindo esmolas a politicos ou em casa vivendo do bolsa preguiça

    ResponderExcluir
  11. ESSE É O MAL DESSE PAIS DE MERDA QUE É O BRASIL. AQUI TRABALHAR, ESTUDAR E SE TORNAR RICO É FEIO, DEPLORÁVEL. TEM QUE SER COITADINHO, POBRE PARA SER ADMIRADO NA SOCIEDADE. POR ISSO CHEGAMOS A ESSA SITUAÇÃO QUE HOJE NOS ENCONTRAMOS

    ResponderExcluir