terça-feira, 12 de abril de 2016

Em Pedreiras, governador visita Centro de Ensino Olindina Nunes Freire e garante reforma a estudantes


Governador Flávio Dino durante passagem pelo município 
de Pedreiras no sábado (9) visita escola e dialoga com comunidade escolar.
“Vamos transformar esta unidade em uma escola de referência para a população da cidade de Pedreiras e região do Médio Mearim”, garantiu o governador Flávio Dino, ao anunciar a retomada das obras do Centro de Ensino Olindina Nunes Freire, naquele município. O governador esteve na localidade, no sábado (9), para inaugurar obras da gestão e, na ocasião, visitou a unidade escolar. Já neste domingo (10) foi feito o levantamento de reparos de emergência no prédio que estava abandonado há cerca de quatro anos. “A paralisação se deu na gestão anterior e ao visitar o local vi o quanto esta obra é de grande importância e de imediato retomamos para atender à população”, ressaltou Flávio Dino.

Governador Flávio Dino dialoga
 com as estudantes Soraya 
Soares e Maria Enicélia.
O secretário de Estado da Educação (Seduc), Felipe Camarão, pontuou o amplo projeto do governo Flávio Dino para o setor. “O Governo do Estado deflagrou o maior programa de Educação da história do Estado, que é o ‘Escola Digna’. Além de substituir as escolas de taipa por estruturas de alvenaria, prevê, também, a recuperação e manutenção de escolas, garantindo, assim, todas as condições para melhorar a qualidade da aprendizagem na escola pública”. Felipe Camarão enfatizou que esse compromisso do governador Flávio Dino já se concretiza em vários municípios. “E chegará a todas as regiões. Pedreiras é um exemplo, com as obras já iniciadas”, concluiu.
Continua...


O governador reuniu ainda com integrantes da União Pedreirense de Estudantes (UPE) para tratar sobre as obras da escola e ouviu as demandas dos alunos. “Estamos em um prédio inadequado e muito pequeno, que não comporta a quantidade de alunos. Conversamos com o governador e sentimos muita firmeza. Agora sim, vai melhorar”, disse a estudante Soraya Soares, 16 anos, representando a UPE. A estudante Maria Enicélia espera que  a escola retorne à comunidade o mais breve possível e parabenizou a iniciativa do governador. “A gente sonha há muito tempo ter essa escola de volta. A gente vem lutando por isso e estamos felizes com a visita do governador, que veio até aqui ver a realidade. Estamos mais otimistas. Eu agradeço”. Flávio Dino garantiu aos alunos que até o final do ano a escola estará toda revitalizada, voltando a ser importante espaço de aprendizado e ensino daquele município.

A unidade escolar é a que possui melhor e maior estrutura, além de atender a comunidade da sede e entorno, por sua localização privilegiada – na área central do município. Atualmente, os cerca de 700 alunos estão abrigados em um prédio temporário. Após a reforma, a sede terá capacidade de atender maior número de estudantes. A determinação do governador Flávio Dino veio ao encontro do anseio da população, que esperava ter a unidade de volta.

Obra emergencial
O prédio que estava abandonado já começou a receber obras emergenciais de manutenção. A primeira etapa dos trabalhos será a correção de erros no antigo projeto, que fez paralisar o processo licitatório. Os serviço contemplam, entre outras coisas, climatização total do prédio; reestruturação da quadra que vai ganhar uma cobertura e sala de vestiário; nova pintura; reformas das instalações hidráulicas e elétricas; e reforma de todo o piso. A unidade será beneficiada, ainda, com novos móveis, equipamentos educacionais e tecnológicos e demais materiais que possibilitem o ensino adequado.

Na visita, o governador lamentou o abandono do prédio por tantos anos e ressaltou a importância de uma nova estrutura para o espaço. “Verifiquei que é uma escola muito boa, com uma ótima estrutura e um ótimo espaço físico. Por isso, a partir desta visita já fixei a diretriz de já neste mês retomar as obras”, reafirmou. O governador garantiu ainda que os recursos necessários para reativar a escola já estão garantidos para o reinício dos serviços. Ainda no sábado, as equipes realizaram as avaliações prévias, e, no domingo, foi feito o levantamento de reparos de emergência. Já nesta segunda-feira (11) equipes foram deslocadas para a escola para iniciar as obras emergenciais. O prédio do Centro de Ensino Olindina Nunes Freire possui 20 salas de aula, mais salas de administração, cantina, banheiros, quadra de esportes e uma ampla área externa.
 Operários já iniciaram nesta segunda (11) reparações emergenciais no Centro de Ensino Olindina Nunes Freire.

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário