sexta-feira, 20 de maio de 2016

Prefeita Maura Jorge busca apoio do Judiciário e Ministério Público para conseguir mais segurança para Lago da Pedra


Diante da omissão do Governo do Estado em relação ao problema da segurança púbica no município de Lago da Pedra, a prefeita Maura Jorge, depois de tentar por inúmeras vezes um posicionamento do governo para tratar dessa questão, sem obter até o momento nenhuma resposta, resolveu buscar o apoio do Judiciário e do Ministério Público, para unir forças no sentido de que alguma medida seja tomada o mais rápido possível no combate a criminalidade, que hoje tem deixado a população da cidade assustada.

Em uma audiência com o juiz da 2ª vara da Comarca de Lago da Pedra, Cristóvão Sousa Barros e da promotora de justiça Laís Pedrosa, a prefeita explicou que por inúmeras vezes solicitou do estado medidas para melhorar a segurança pública no município, tanto no que se refere ao aumento do efetivo policial, quanto na questão da infraestrutura, no diz respeito a novas viaturas, armamento e a própria logística de trabalho para que a polícia tenha condições de desempenhar suas atividades, mostrando que enquanto gestora municipal, tem feito tudo que é possível para que a segurança do município possa está condizente com aquilo que o cidadão merece e precisa.

“Ao longo desses meses nós temos tentado fazer com o que o governo do estado possa olhar para Lago da Pedra com o olhar do compromisso que tem que ter o governo com a segurança pública do nosso município. Para lamento nosso, não houve uma resultado efetivo das audiências, das solicitações, dos ofícios que encaminhamos na tentativa de que o a Secretário de Segurança, o Governo do Estado possa está aumentando o efetivo do nosso município, bem como um número maior de viaturas”, disse a prefeita.
Continua...
A audiência que aconteceu na Promotoria de Justiça, contou também com a presença do representante da polícia civil, já o comandante da polícia militar na região, não compareceu, atendendo determinações de seus superiores, o que para a prefeita demonstra claramente uma postura política partidária.

 “Nós não vamos admitir, não vamos permitir que Lago da Pedra seja penalizado porque o governador não gosta da Maura Jorge, quem mora no município, quem precisa da segurança no município não é o governador que está trancando em seu gabinete cercado de segurança, é o povo de Lago da Pedra que merece e precisa dessa resposta do estado.”

Para o judiciário e Ministério Público, é preciso uma ação efetiva no estado quanto ao problema da segurança em Lago da Pedra. A promotora Laís Pedrosa, disse que o Ministério Público tem feito o seu trabalho e que é preciso que o Governo do Estado olhe de forma mais carinhosa para Lago da Pedra, pois a quantidade populacional exige um efetivo maior e um local adequado para que a polícia possa trabalhar.

“Com o contingente que nós temos hoje, muitos dos crimes que acontecem nós não temos condições de investigar de forma adequada, de chegar a autoria dos crimes, porque nós temos apenas dois investigadores e um delegado por cada turno e isso torna inviável o inquérito civil chegar até a gente. Agora nós vamos tentar efetivar essas medidas, tanto de entrar em contato com o Governo do Estado quanto implementar o que for possível dentro da comarca, mantendo preso ou condenando quem for necessário”, finalizou a promotora de justiça.

O juiz Cristóvão Barros, disse que é fato notório que o município de Lago da Pedra está carente de segurança pública, ressaltando que não é responsabilidade do município e sim do estado que precisa dá solução para o problema.

“O efetivo aqui é irrisório, está faltando viaturas e efetivo para polícia civil e militar e toda infraestrutura para que elas trabalhem, hoje temos apenas um delegado de polícia para cuidar de inquéritos e investigações que para ele sozinho é humanamente impossível. A polícia parece que não há mais que quatro policiais por dia o que se mostra fora da realidade de Lago da Pedra. Tivemos a informação de o secretário de Segurança virá ao município e tomara que ele traga a solução para esse problema,” disse o juiz.

4 comentários:

  1. Olhei toda reportagem e nem um momento a prefeita MAURA JORGE falou que tinha solicitado uma audiência com o governador, lógico que a responsabilidade da segurança e de responsabilidade do estado mas também cabe a ela MAURA transmitir essa necessidade para o governador e não através de ofícios e sim de audiência com o governador, tenho certeza que quando for solicitado essa audiência o governador irá recebe-la. Nesse caso da falta de segurança em LAGO DA PEDRA não existe um certo, estão os dois errados O GOVERNADOR E MAURA, o governador por não olhar melhor pelo povo de lago da pedra e Maura pelo seu ORGULHO que que também contribui para tudo isso que está acontecendo em lago da pedra, OS DOIS ERRADOS.

    ResponderExcluir
  2. É FATO PÚBLICO E NOTÓRIO QUE A PREFEITA MAURA JORGE E OS VEREADORES DO SEU GRUPO TENTARAM VÁRIAS FORMAS, INCLUSIVE DOCUMENTADAS E RESPALDADAS, PARA QUE O GOVERNADOR FLAVIO DINO/SEC.JEFFERSON PORTELA TOMASSE PROVIDÊNCIAS SOBRE A SEGURANÇA DO MUNICÍPIO DE LAGO DA PEDRA. É FATO E CONHECEDOR DA POPULAÇÃO MARANHENSE QUE O GOVERNADOR NÃO ATENDE NENHUM PLEITO OU DEMANDA ADVINDO DA PREFEITA MAURA JORGE/PREFEITURA DE LAGO DA PEDRA POR MOTIVOS PESSOAIS E POLÍTICOS. A PREFEITA MAURA JORGE EXECUTA ALÉM DA SUA OBRIGAÇÃO COMO GESTORA, FAZ O PAPEL QUE DEVERIA SER DO ESTADO. ELA EFETIVOU A COMPRA DE DUAS VIATURAS E MOTOS COM RECURSOS PRÓPRIOS DO MUNICÍPIO,AUXILIA NO PAGAMENTO DO ALUGUEL DO QUARTEL,AUXILIA NO PAGAMENTO DO COMBUSTÍVEL PARA QUE AS VIATURAS TRABALHEM,AUXILIA NA ALIMENTAÇÃO DOS POLICIAIS, NA MANURENSÃO DAS VIATURAS, NO PAGAMENTO DO ZELADOR, VIGIAS E FUNCIONÁRIOS SÃO MANTIDOS PELO MUNICÍPIO, MANTEM AS RUAS ILUMINADAS FACILITANDO O TRABALHO POLICIAL, EXECUTA POLÍTICAS PUBLICAS COM A GUARDA MUNICIPAL, PROJETO GUARDA MIRIM. QUEM SABE APÓS A AUDIÊNCIA ENTRE A PREFEITA, O JUIZ CRISTOVÃO E A PROMOTORA LAYS, O GOVERNADOR NÃO SE POSICIONE?

    ResponderExcluir
  3. essa mulher é muito guerreirona, ela vai pra frente mesmo preocupada c o povo e ela nao vai parar ate q o governador se mexa

    ResponderExcluir