sábado, 18 de junho de 2016
Em Assembleia Geral, realizada no final da tarde de sexta-feira, 17/06, no auditório da Secretária de Segurança Pública do Maranhão, os Policiais Civis do Estado do Maranhão, por ampla maioria, decidiram rejeitar a proposta de reajuste apresentada pelo Governo do Estado. Com a decisão da categoria, os Policiais Civis retomam imediatamente o movimento paredista.

Na ilha de São Luís, o local de concentração será no Plantão Central do Parque Bom Menino, localizada no bairro Vila Palmeira. No interior do Estado o local de concentração será na sede de cada Delegacia Regional.

 Diferença salarial entre delegado e investigador

A proposta era pra que fosse incorporada a gratificação de dedicação exclusiva (GDE) ao subsídio e a aplicação de reajuste de 10%, para implementação em junho de 2016. E decorrente da renúncia do retroativo da GDE, o pagamento seria parcelado em 26 vezes, a partir de janeiro de 2017, sendo que, ao final das parcelas, o valor seria incorporado ao subsídio. Desse modo, em 2017 haveria um reajuste total de 20,5%. O acordo seria estabelecido por acordo judicial.

Para os trabalhadores da segurança pública, a proposta apresentada continua sendo vergonhosa e incoerente com a atividade de investigação executada.

Desta forma, funcionará 30% do efetivo entre Comissários, Investigadores, Escrivães, Peritos Criminalísticos Auxiliares, Auxiliares de Pericia Médico Legal, Motoristas e Operadores de Rádios da ilha de São Luís, trabalhando nos plantões policiais, conforme especificado na Lei n. 7.783/89, artigo Art. 9º, de 1989.

Serão cumpridos os autos de prisão em flagrante delito somente aqueles: decorrentes de crimes inafiançáveis; decorrentes de crimes hediondos; decorrentes de crimes contra a criança e o adolescente; decorrentes de crimes contra o idoso e decorrentes da aplicação da Lei Maria da Penha.

Passeata de Protesto


Os Policiais Civis que decidiram manter o movimento paredista por tempo indeterminado, neste domingo, a partir das 9h, na praça do Pescador, na Avenida Litorânea, em São Luís, estarão concentrados, e, em seguida, farão uma passeata de protesto contra o reajuste apresentado pelo Governo do Estado e pela Valorização da Polícia Civil.

4 comentários:

  1. Aqui em Pedreiras não vai fazer diferença, a polícia civil junto com a militar são inoperante mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Trabalha e trabalha muito seu desenformado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só se for na tua rua, pois Pedreiras está sitiada por assaltantes.

      Excluir
  3. A polícia pedreirense trabalha? Onde? Como? Quem Viu? Só se for na tua rua. Você deve morar perto do com plexo policial.

    ResponderExcluir

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Publicidade:


,

+ Lidas