terça-feira, 12 de julho de 2016

Conceição do Lago Açu está entre os 35 municípios contemplados no programa ‘Diques de Produção’ que será lançado nesta terça (12)


Impedir a entrada de água salgada em igarapés e campos naturais, garantir armazenamento de água das chuvas e possibilitar culturas agrícolas. Esses são os principais objetivos do programa ‘Diques de Produção’ e vai atender a 35 municípios da Baixada Maranhense.

O programa será lançado pelo Governo do Estado nesta terça-feira (12), em solenidade com a presença do governador Flávio Dino e demais secretários estaduais, a partir das 10h, no auditório do Palácio dos Leões.
Continua...
As cidades atendidas terão condições de desenvolver atividades agrícolas na área da piscicultura, horticultura, plantio de arroz e de hortaliças. Os diques serão uma barreira para a água salgada impedindo a invasão nos igarapés e a salinização dos campos naturais, pois manterá a água doce retida por mais tempo nos campos, favorecendo os plantios.

Municípios

Com o programa estadual ‘Diques de Produção’ o governador Flávio Dino atende demanda dos municípios da Baixada que sofriam com as inundações dos campos e tinham grandes prejuízos na agricultura. O decreto criando o programa foi assinado em maio e considerou ações semelhantes de êxito nas cidades de Anajatuba e Bacurituba. Os municípios beneficiados são Alcântara, Anajatuba, Apicum-Açu, Arari, Bacuri, Bacurituba, Bela Vista do Maranhão, Bequimão, Cajari, Cajapió, Cedral, Central do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Cururupu, Guimarães, Igarapé do Meio, Matinha, Mirinzal, Monção, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, Penalva, Peri Mirim, Pinheiro, Porto Rico do Maranhão, Presidente Sarney, Santa Helena, Santa Rita, São Bento, São João Batista, São Vicente Ferrer, Serrano do Maranhão, Viana e Vitória do Mearim.

Comitê

O programa será ainda acompanhado diretamente pelo Comitê Diques de Produção, formado por representantes da Casa Civil, Secretarias de Estado da Agricultura Familiar (SAF); Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima); e Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), todas, trabalhando de forma conjunta para a plena preservação e desenvolvimento das áreas.
Fonte: Blog do Domingos Costa
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário