quinta-feira, 27 de outubro de 2016

"Mesmo depois de tantos anos de vida política, hoje me senti renovado", disse Gastão Vieira sobre Marajá do Sena


O ex-ministro do Turismo, atualmente no cargo de presidente do FNDE, Gastão Viera, falou emocionado sobre Marajá do Sena, depois da eleição de Lindomar Araújo para o cargo de prefeito. Leia. 
 
Lindomar Araújo, Gastão Viera, Dr. Tanclêdo e Osmar Terra
"Marajá do Sena, que hoje tem um prefeito eleito pelo meu partido, o PROS, Lindomar Araújo, viveu um descaso tão grande nos últimos anos que conseguiu o título de uma das 4  cidades mais pobres do país.

Segundo o Censo de 2010, dos 8.051 habitantes, 4.885 vivem na extrema pobreza, ou seja, mais de 50% da população vive em situação preocupante.

Segundo o mesmo Censo, a renda per capita da cidade fica em torno de R$96,00,  sendo que cerca 1.878 habitantes estão cadastrados no Bolsa Família.

Portanto, se imaginarmos que cada família é composta por cerca de 4 pessoas, podemos concluir que mais de metade da população sobrevive graças ao programa social.

Na intenção de mudar esse cenário e, principalmente, de levar dignidade à população dessa cidade, que é uma de minhas maiores preocupações, estivemos hoje, junto com o prefeito eleito Lindomar Araújo, no gabinete do Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, apresentando o pleito de uma política de combate à pobreza de forma global e ordenada, orquestrada pelo governo federal, para que alcancemos o objetivo principal que é mudar, de verdade, a vida do nosso povo.
Mais em continua...

A conversa foi muito boa. O ministro Osmar Terra se sensibilizou com a situação, dizendo que “nunca tinha visto nada parecido” e se colocou totalmente à disposição para nos ajudar e alinhar conosco, junto ao Ministério da Saúde, Desenvolvimento Industrial, e outros ministérios, ações direcionadas para Marajá do Sena.

Quero agradecer o olhar sensível do ministro Terra e dizer que o povo de Marajá do Sena precisa e merece essa atenção.

Marajá do Sena será cidade modelo na superação e transformação da realidade socioeconômica. É para isso que vamos trabalhar.


Um abraço a todos."                        
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário