sexta-feira, 28 de abril de 2017
Taís, vítima de tentativa de assassinato 
Os três jovens acusado de tentativa de homicídio contra o travesti conhecido por "Taís" e seu namorado, nome não informado, continuam livres, leves e soltos. A polícia já identificou trio, um deles é menor de idade. Passado seis dias da ocorrência não houve prisões. Também não temos informações que os agressores chegaram a ser ouvido pela polícia. Será que essa dupla tentativa de homicídio ficou barata?

O advogado Dr. Alexandre Assaiante, presidente da Comissão de Diversidade Sexual da OAB-MA, mostrou preocupação com o caso e teme que o crime esteja relacionado à homofobia.

Taís e seu companheiro, esfaqueados dentro de casa no dia 23.04, foram submetidos à operação no Hospital Geral de Presidente Dutra, estão fora de perigo e em recuperação.

Entenda o caso
Em continua...


Por volta das 20h30 do último domingo (23), o travesti Pedro Paixão, mais conhecido pelo apelido de “Taís” e seu namorado, participavam de uma festa em Pedreiras (MA). No local, o casal se desentendeu com um grupo de rapazes. Houve brigas e quebra-quebra. Taís e o namorado deixaram a festa e se dirigiram para casa, localizado na Vila das Palmeiras.

O grupo, formado por três jovens, se armaram com facões e facas e foram até a casa de Taís em busca de vingança. Eles invadiram a residência e efetuaram vários golpes de armas brancas em Taís e seu namorado. Taís foi atingida na barriga e ficou com parte das vísceras de fora (expostas) e o namorado com um profundo corte no braço.


Depois da dupla tentativa de homicídio o trio fugiu do local, tomando rumo ignorado; o casal foi socorrido pelo corpo de bombeiros de Trizidela do Vale e encaminhado para um hospital local, em seguida transferido para outra cidade. A polícia foi informada, esteve no local e realizou diligências para prender os agressores. 

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Matricule-se no Faculdade W. F.



+ Lidas