terça-feira, 8 de agosto de 2017

Marajá do Sena - A pedido do Ministério Público, Justiça determina o asfaltamento de todas as ruas da cidade

Por decisão da Justiça, em atendimento a pedido do Ministério Público do Maranhão, o Município de Marajá do Sena terá que apresentar, num prazo de três meses, um plano de trabalho para a pavimentação asfáltica das ruas da cidade, tanto na zona urbana, quanto na zona rural.

As obras devem ser iniciadas em até seis meses e concluídas no prazo máximo de dois anos. A Ação Civil Pública foi ajuizada pelo promotor de justiça Rodrigo Freire Wiltshire de Carvalho, titular da Promotoria de Paulo Ramos, comarca da qual Marajá do Sena é termo judiciário. A decisão foi proferida pela juíza Vanessa Machado Lordão, titular da Comarca de Paulo Ramos, no último dia 31 de julho.

Em caso de descumprimento da medida, o município e o gestor poderão arcar com multa no valor de R$ 10 mil, por dia de atraso, limitada a R$ 1 milhão.
Continua...
Na ação, o membro do Ministério Público apontou a gravidade da situação em Marajá do Sena, devido aos sérios problemas de acessibilidade, agravados pela quase absoluta ausência de ruas asfaltadas no município. “A situação é alarmante! Estamos falando de um município que possui 65 povoados na zona rural e nenhum deles possui ruas asfaltadas, o que dificulta (ou torna impossível, a depender da época do ano) a locomoção de seus moradores, que, como é de conhecimento geral, possui uma população que vive, em sua maioria, em situações precárias”, destacou Rodrigo Freire Wiltshire.

Fonte: MPMA.

9 comentários:

  1. Duvido o prefeito cumprir. Ele vai falar com o parente desembargador e reverter essa situação.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkk se torou 90! agora tu vai ter q atrasar a folha do povo e as parcelas da fazenda e dos carros que vc comprou kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Lindomar vai muito cumprir isso kkkkk.

    ResponderExcluir
  4. Promotoria acordando... População deve fazer o mesmo...

    ResponderExcluir
  5. Pra pagar os contratados que o gestor põe pra trabalhar não tem recurso... mas observem a quantidade de terras compradas recentemente e agora a quantidade de estacas... (pra quem saiu liso de uma campanha há 9 meses, esse rapazinho tá até bem)...

    ResponderExcluir
  6. Pra pagar os contratados que o gestor põe pra trabalhar não tem recurso... mas observem a quantidade de terras compradas recentemente e agora a quantidade de estacas... (pra quem saiu liso de uma campanha há 9 meses, esse rapazinho tá até bem)...

    ResponderExcluir
  7. Agora pra obrigar o gocernador a terminar a estrada até Marajá o MP não faz né. Quanta ironia!

    ResponderExcluir