terça-feira, 1 de agosto de 2017

Motoqueiro derrubou mudo para roubar R$ 100,00

Um rapaz que tem problema de surdez, dificuldade com a fala, é mundo, trabalha de sol a sol para ajudar em casa; no final de semana, o patrão deu-lhe 100 reais; o mudo guardou o dinheiro no bolso, pegou sua bicicletinha e seguiu para casa; provavelmente, algum meliante viu ele recebendo o dinheiro. No trajeto, ele foi perseguido pelo bandido que vinha em um Bros; o bandido gritou para ele parar e entregar o dinheiro; o mudo não entendeu a ordem, gesticulava assustado, dizendo não entender, mas continua pedalando; o bandido encostou a moto na bicicleta e derrubou o rapaz; a queda foi violentíssima; com o impacto no chão, o mudo desmaiou. O bandido desceu da moto, pegou o dinheiro no bolso da vítima e foi embora. Depois de um tempo ele foi levado para o hospital de Pedreiras. Em principio, suspeitou-se que se tratava de mais um acidente de moto naquela estrada... Mas ele recobrou o juízo e relatou todo o ocorrido para um amigo que sabe conversar com ele, através da linguagem de sinais. Os policiais de Pedreiras ficaram revoltados com essa perversidade e estão atrás do meliante; já tem pista de quem seria esse malfeitor.

Arrastão até dentro das casas em Trizidela do Vale

No final de semana, um dupla promoveu um arrastão na Rua do Tamarindo, em Trizidela do Vale; quem estava na porta de casa, eles tomavam o aparelho celular. Teve casos de mulheres que correram para dentro de casa para não entregar o aparelho, mas não teve salvação; os bandidos invadiam as casas e tomavam os aparelhos das moradoras dentro de casa, no quarto, na sala, na cozinha, no banheiro, onde elas se escondiam... Foi terrorismo! A polícia investiga quem são esses meliantes desaforados para prendê-los.

Homem se joga no Rio Mearim com medo de ser morto por um PM do Serviço Velado de Pedreiras...

Também no final de semana, aconteceu um fato que tem causado muita polêmica em Pedreiras. Um morador de Trizidela do Vale, conhecido como “Fabinho” está acusando formalmente um policial militar, que atua no Serviço Velado, de tentativa de assassinato. Fabinho já registrou B.O. e esteve nesta manhã na FM Cidade de Pedreiras, contando a sua versão. A história do rapaz causa pavor!!! Segundo ele, “Zezinho Corta Lama” estava fazendo uma excursão; dois ônibus estavam contratados e recolhiam os passageiros na madrugada na porta da casa do Zezinho, no Bairro do Matadouro. Fabinho disse que saiu de casa por volta de 1h da madrugada em direção ao local, onde os ônibus estavam estacionados, próximos à rodoviária de Pedreiras. Ao atravessar a ponte, uma motocicleta com duas pessoas encostou nele; segundo Fabinho, o garupa apontou-lhe uma arma e mandar ele parar. “Para a moto, vagabundo!” Ordenou. Fabinho disse que ficou assustado; “eles estavam de camisa, bermuda, não anunciaram que eram da polícia...”,  e não restou alternativa que desobedecer à ordem e acelerar, entrando na região da Rodoviária. Segundo ele, o garupa da moto começou a disparar tiros contra ele; ao chegar próximo aos ônibus da excursão, temendo pela vida, Fabinho saltou da moto em movimento e se jogou no Rio Mearim. A moto seguiu desgovernada, atingindo um do ônibus e quebrando uma caixa. Depois se soube que a pessoa que estava efetuando os disparos é um policiam militar do serviço velado de Pedreiras. Os passageiros ficaram amedrontados com o episódio. Segundo a versão do policial, ele disparou para cima e que tinha se identificado como policial. Fabinho negar, reafirma que ele foi logo apontando a arma, chamando-o de vagabundo, e como não parou, sofreu a tentativa de homicídio, que o obrigou a se jogar dentro do rio. Eu me joguei dentro do rio, todos os meus documentos ficaram molhados, minha mulher colocou eles no sol, não sei se ainda vão prestar e tem dois ônibus lotados de pessoas que são minhas testemunhas e vão na delegacia testemunhar. “Que polícia é essa que fica nas ruas, de bermuda, atirando... que tipo de abordagem é essa?”, questionou. Fabinho disse que as pessoas da excursão ficaram apavoradas com os tiros e a moto que bateu no ônibus e que por pouco não atingiu duas mulheres grávidas. Ele disse que procurou o delegado regional Lucas Smith para denunciar o PM e disse que se sente ameaçado. “A primeira vez que fui na delegacia foi agora, e tô com medo de morrer!” O blog está a disposição para ouvir a versão do policial militar (pf.carlosalberto@hotmail.com)

Emboscada e tiroteio na estrada entre Pedreiras e Joselândia
 
Armadilha 
Ontem à noite (31.08), um rapaz que trabalha em uma empresa que fornece frangos para frigoríficos e comércios da região e um segurança sofreram tentativa de latrocínio na estrada entre Pedreiras e Trizidela do Vale. Segundo relatos, depois de recolher dinheiro em vários comércios da região, eles voltavam para casa com cerca de R$ 15 mil reais. No caminho, assaltantes colocaram armadilhas (tábua com pregos) que furaram os pneus da picape Strada em que eles viajavam; o funcionário do frigorifico e o segurança saíram do veículo e, na mesma hora, os bandidos começaram a atirar na direção deles; o segurança, um PM lotado em Zé Doca  e trabalhava de segurança na folga, respondeu os tiros também atirando; segundo relatos, parecia que eram várias pessoas que estavam entocadas dentro do mato, disparando tiros contra eles; eles começaram a correr pela pista da MA-381, em desespero; sempre que possível, o segurança atirava para trás, mas os dois estavam debaixo de uma saraivada de tiros. O segurança foi atingido de raspão duas vezes. Muito cansados e assustados, eles conseguiram chegar ao povoado Baixa Fria, onde pediram socorro aos moradores; os moradores acionaram a polícia e guarnições da PM chegaram a seu socorro; os assaltantes já tinha vasados. A polícia investiga a ocorrência e suspeita de informações privilegiadas. Como eles sabiam que os dois carregavam uma elevada quantia em dinheiro? 
___________________________


7 comentários:

  1. Mas vc quer dizer em cima da ponte?...porque o que deu pra entender foi isso

    ResponderExcluir
  2. Faltou o arrastão que roubaram a loja na mesma rua onde tevi esses roubos de celulares

    ResponderExcluir
  3. A população tem que se arma e quando esses malditos adentrarem em suas residências setar o Aço sem dor..bandido bom é bandido morto..

    ResponderExcluir
  4. Abandedagem esta solta ea police nao pega esse malas

    ResponderExcluir
  5. EITAAAAAA QUE O NEGOCIO TA FORTEEEEE

    ResponderExcluir
  6. Bolsonaro vai acabar com isso

    ResponderExcluir

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Hotel em Pedreiras


Motos Honda


Matricule-se no Faculdade W. F.



Excursão para Jericoacoara


Motel em Pedreiras


Contrate Banda Skema 5 de Pedreiras



Cacau Show em Pedreiras


Provedor de internet



+ Lidas