quarta-feira, 11 de abril de 2018

Junto a Bancada Maranhense, Juscelino Filho cobra ações da Defesa Civil para caos das chuvas no estado


O deputado federal Juscelino Filho (DEM) participou de reunião na tarde desta quarta-feira (11) no Ministério da Integração Nacional, para tratar do estado de alerta devido às fortes chuvas que deixaram as cidades de Bacabal, Balsas, Caxias, Cantanhede, Tuntum, Pedreiras, Trizidela do Vale e São Luiz Gonzaga, Esperantinópolis, Marajá do Sena, alagadas. As cidades de Caxias, Codó, Timbiras estão em estado de alerta.


O parlamentar comentou a reunião e defendeu agilidade nas ações de socorro: “Reunimos com o secretário nacional de proteção e defesa civil, Cel. Renato Ramlow, e com o adjunto, Élcio Barbosa, e pedimos urgência no atendimento. Cobramos ação para atender as famílias que estão passando fome, sem água potável e com doenças se proliferando, pois  precisamos atendê-los com urgência. Sabemos da parte burocrática e estamos auxiliando os municípios. O Cel. se comprometeu a fazer todo o esforço possível,  enfatizou a necessidade da burocracia e garantiu que a Defesa Civil Nacional e o Governo Federal auxiliarão na situação que será priorizada”, destacou o parlamentar.

Na próxima sexta-feira, dia 13 de abril, alguns municípios serão visitados pelos parlamentares.


5 comentários:

  1. Enquanto todos se mobilizam em favor dos desabrigados pelas enchentes, o governador tá passeando em Curitiba com passagens pagas com recursos públicos, pior querendo soltar ladrão condenado preso. Vejam bem o governador que temos, a prioridade dele é ir em Curitiba, gravar vídeo em favor de bandido, etc. Ele afirma que o processo de condenação tem equívoco é não sabe que existe regras para visitação de preso. Pior, queria tratamento de visita não previsto em lei... Esse é o governador... pensem bem.

    ResponderExcluir
  2. Junto à Bancada, com acento, Amigo Velho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. errou também, pq crase não é acento.

      Excluir
  3. Muito bem deputado, Valeu pela força

    ResponderExcluir
  4. Muito bem deputado, Valeu pela força

    ResponderExcluir