sexta-feira, 22 de junho de 2018

Presidente do TRE/MA defende que eleição em Bacabal seja realizada dia 07 de outubro


 

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), desembargador Ricardo Duailibe, defendeu na quinta-feira (21), durante entrevista ao Bom Dia Mirante, a TV Mirante, que a eleição para escolha do novo prefeito e vice-prefeito do município de Bacabal seja realizada no dia 07 de outubro, juntamente com o pleito geral para os cargos de presidente da república, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

De acordo com Duailibe, a realização da eleição nesta data pouparia os cofres públicos de maiores gastos. Ele explicou que, de acordo com o que reza a lei eleitoral, o prazo máximo para realização do pleito seria até o próximo dia 24 deste mês.

No entanto, como a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassando os mandatos do prefeito José Vieira (PP) e do vice-prefeito Florêncio Neto (PHS) ainda não foi publicada, não há tempo hábil para tal medida.
Continua...

Segundo o desembargador, o TSE, a partir do momento em que for provocado, pode determinar qualquer data para realização da disputa. “Eu, como dirigente do Tribunal Regional Eleitoral, entendo que seria apropriado e econômico para o país realizar a eleição no dia 07 de outubro. Se faria em conjunto com as eleições gerais”, afirmou.

A decisão cassando a dupla Zé Vieira e Florêncio Neto foi proferida na noite da última terça-feira. O TSE, na sentença, determinou a posse interina do presidente da Câmara Municipal, vereador Edvan Brandão (PSC), que estaria autorizado a convocar a nova eleição dentro de um prazo de 30 dias.

No entanto, como o acordão do Tribunal ainda não foi publicado e a decisão ainda cabe recursos, o que será feito pela defesa de Zé Vieira junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), prefeito e vice permanecem em suas funções.

Segundo colocado no pleito de 2016, o deputado estadual Roberto Costa (MDB) usa de cautela em relação à nova disputa que será estabelecida em Bacabal. O parlamentar aguarda que a Justiça Eleitoral defina, de fato, a data do nova eleição para, só então, bater o martelo sobre seu futuro.

Caso a eleição bacabalense seja marcada para depois do dia 07 de outubro, Costa focará no seu projeto de renovar o mandato. Caso ocorra antes, é possível que entre na disputa. Assim como também é possível que abdique do projeto para apoiar um aliado, como é o caso do vereador Edvan Brandão.

Já no grupo de Zé Vieira, que está impedido de concorrer, aparecem como prováveis nomes para o embate o próprio Florêncio Neto, a primeira-dama Patricia Vieira e até mesmo o deputado estadual Carlinhos Florêncio (PC do B), pai do ainda vice-prefeito.

Do Blog do Pedro Jorge com informações do Blog do Antônio Martins

3 comentários:

  1. Na cidade de DOM PEDRO o TSE comfimou Alexandre costa como prefeito fazendo assim a avotade do povo que lír elegeu com a maioria de 1971votos .ja são seis meses de uma boa administração

    ResponderExcluir
  2. Na cidade de DOM PEDRO o TSE comfimou Alexandre costa como prefeito fazendo assim a avotade do povo que lír elegeu com a maioria de 1971votos .ja são seis meses de uma boa administração

    ResponderExcluir
  3. Em joselandia nunca julgaram o caso deve ter perdido no caminho

    ResponderExcluir