terça-feira, 31 de julho de 2018

Na segunda-feira (30), as prefeituras receberam mais de R$ 2 bilhões de FPM


Será creditado nesta segunda-feira, 30 de julho o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 3º decêndio deste mês. O valor da transferência é de R$ 2.019.238.625,49, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) traz orientações sobre a gestão dos recursos.

Em valores brutos, ou seja, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 2.524.048.281,86. De acordo com dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), o 3º decêndio de julho de 2018, quando comparado com o mesmo decêndio de 2017, apresentou redução de -3,15% em termos nominais, ou seja, sem considerar os efeitos da inflação.

Quando o valor do repasse é deflacionado e comparado ao mesmo período de 2017, a queda é de -7%, levando em consideração a inflação do período. Esse valor é explicado pelo acumulado da inflação nos últimos 12 meses, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que está em 4,39%.

Acumulado

Já em relação ao acumulado do ano, é possível constatar que o repasse total do FPM tem apresentado crescimento positivo. O repasse aos Municípios de janeiro até o 3º decêndio de julho de 2018 apresentou crescimento de 8,33% em termos nominais em relação ao mesmo período de 2017. Ao considerar o comportamento da inflação, o FPM acumulado do ano de 2018 indica aumento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Orientações

Apesar de o cenário do FPM ser positivo em relação ao acumulado do ano, a CNM reforça que os gestores precisam manter cautela ao gerir os recursos municipais nos próximos meses do ano. A entidade lembra que historicamente os recursos do FPM do primeiro semestre são superiores aos do segundo. Dessa forma, é necessária a elaboração de um planejamento estratégico para que não ocorram surpresas negativas.

Para acompanhar os valores do FPM, como as estimativas dos três decêndios, o valor efetivamente repassado, os descontos de Fundeb e do Programa de Integração Social e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), acesse o Conteúdo Exclusivo no portal da CNM onde está a plataforma de Transferências Constitucionais. Esse espaço é diferenciado para os Municípios contribuintes.

Confederação Nacional dos Municípios

9 comentários:

  1. Sarney comprou uma fazenda de gado no Amapá e uma de burros no Maranhão eu não me incluo nesta fazenda porque jamais votei na família sarney kkkk

    ResponderExcluir
  2. Agora é Bolsonaro presidente e Maura Jorge governadora galera.

    ResponderExcluir
  3. Carlinhos,prenderam alguém ai no concurso de olho d´gua ?

    ResponderExcluir
  4. O interessante que só na cidade de São Roberto que o repasse cai desde o Mundim assumiu a prefeitura, toda cidade aumenta menos São Roberto, o que está acontecendo?
    E os professores é o que mais sofre em São Roberto, sem reajuste do piso nacional, sem abono,e com o terço de férias incompleto e a tendência é ficar pior porque o sindicato está de mãos amarradas, por motivos desconhecidos. Isso é uma vergonha!

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Muito dinheiro para os prefeitos torrarem

    ResponderExcluir
  6. Eita, assim os prefeitos vão pagar os funcionários em dia.

    ResponderExcluir
  7. Todos os concursos são fraudados só sabe quem faz afinal os políticos são os padrinhos escondidos por trás dessa máfia.

    ResponderExcluir
  8. E o reajuste dos professores de Esperantinópolis vai pagar ou não senhor prefeito?

    ResponderExcluir
  9. Acho que deixaram bom lugar de fora,porque até as ambulância tão sem combustível.Queria saber motivo que não libera dinheiro p bom lugar. Salários atrasados com 2 ou 3 mês,sem estrada cidade em completo abandono.
    E Rogério sempre diz que dinheiro ta bloqueiado,então bom lugar não tá no meio dessas cidades

    ResponderExcluir