quarta-feira, 10 de abril de 2019

Ministro do Desenvolvimento promete à Famem auxílio para mais de 140 mil desabrigados pelas enchentes no MA

No centro: ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, reunido com a bancada federal, prefeitos e deputados estaduais maranhenses.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, se comprometeu em visitar as cidades atingidas pelas enchentes no Maranhão. Canuto comunicou a decisão ao presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Erlanio Xavier, e ao vice-governador do Estado, Carlos Brandão, durante reunião nesta terça-feira (9) em Brasília com prefeitos, a bancada federal e deputados estaduais maranhenses.


Canuto orientou os gestores municipais sobre os procedimentos necessários para intervenção do governo federal em cenários de crise, além de se comprometer a alocar recursos para ajudar pessoas. O ministro garantiu ainda que uma equipe de engenheiros da  ANA, Agência Nacional de Águas, deverá fiscalizar in loco a situação das barragens para garantir segurança aos empreendimentos no Estado.

O prefeito de Lago da Pedra, Laércio Arruda, chamou atenção para a amplitude do desastre no estado. Embora a cidade não tenha população ribeirinha, os alagamento causados pelas chuvas provocaram desalojamentos. O prefeito Antônio França, de Pedreiras, alertou sobre a urgência para ajudar as vítimas das enchentes. O gestor de Trizidela do Vale, Fred Maia, também destacou o drama das famílias prejudicadas anualmente pelas fortes chuvas.

“Se não fossem os bombeiros, o município não conseguiria dar assistência aos atingidos pelas enchentes. Nós precisamos ajudar famílias, oferecendo condições mínimas como água, roupas e colchões. Precisamos cuidar das pessoas em estado de vulnerabilidade”, destacou Fred Maia. Ele destacou ainda a situação de risco da barragem do Rio Flores e solicitou aos deputados emendas para manutenção da obra de retenção.

Também se reuniram para alertar sobre o estado de emergência os prefeitos Alexandre Lavepel (Conceição do Lago Açu), Osmar Fonseca (Lago do Junco), Aluisinho do Posto (Esperantinópolis) e muitos outros.


Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canutto, ao lado do prefeito de Pedreiras, Antônio França.

O senador Weverton Rocha, responsável por apoiar diversos municípios do Médio Mearim, esteve presente com os prefeitos e se dispôs a ajudar: “São os gestores que sabem exatamente as reais necessidades da população. Nessa reunião, eles estão tendo a oportunidade de discutir questões que resultam em graves problemas estruturais no Médio Mearim, e nossa bancada está disposta a auxiliar no processo de contingenciamento de recursos”, afirmou.

O presidente da Famem, Erlanio ressaltou o número elevado de pessoas afetadas com as enchentes no estado. Segundo informou o prefeito de Igarapé Grande, mais de 134 mil pessoas no Maranhão foram afetadas até o momento pelas inundações. “É uma situação de gravidade. Ainda mais considerando que os municípios enfrentam uma escassez de recursos que não permite um atendimento humanitário, condigno a essas pessoas. Estamos apelando ao governo federal para colaborar com os prefeitos para mitigar o sofrimento dessas populações”, enfatizou Erlanio.

Segundo o ministro Gustavo Canuto, pelo menos oito municípios maranhenses, que comprovaram contexto de emergência, estão habilitados para receber recursos do governo federal. Estão aptos os municípios de Imperatriz, Santo Amaro, Boa Vista do Gurupi, Timon, Formosa de Serra Negra, Alto Alegre, Santa Helena e Araguanã.


 Continua...

Administradores municipais e deputados durante reunião em Brasília.




- Assessoria da FAMEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário