segunda-feira, 13 de maio de 2019

Delegado Dr. Périkles esclarece caso que resultou na morte de assaltante em Pedreiras

Em entrevista à imprensa local, o delegado Dr. Périkles esclareceu o andamento das investigações.
Na noite do último sábado (11), por volta das 19h, uma tentativa de assalto ocorreu na Rua 01 do bairro Mutirão. 

Durante a ação, os dois suspeitos identificados como Pedro Henrique da Silva Magalhães e Anderson Cabral, vulgo "Pixuna", abordaram uma mulher para tomar de assalto sua motocicleta. A vítima estava com uma criança na garupa e pediu por socorro. No momento, um policial, nome ainda não informado, socorreu a vítima e efetuou disparos contra os elementos, que caíram da motocicleta da vítima e empreenderam fuga por um matagal. 

Na manhã desta segunda-feira (13), o delegado responsável pelas investigações, Dr. Périkles, prestou mais esclarecimentos sobre o caso. 

Delegado Perikles: "Na noite do último sábado (11), eu, o delegado Diego Maciel e o restante da equipe de plantão, nos deslocamos até o local do crime e iniciamos a investigação. A informação era de que dois indivíduos teriam roubado a motocicleta de uma senhora, a mesma vinha com uma criança na garupa. 

Começamos as buscas na tentativa de encontrar por vestígios do crime, e também trabalhar na identificação dos autores. Nesse momento, um dos investigadores localizou um revólver Calibre 32. A arma se encontrava suja, mas uma cápsula ainda estava quente, ou seja, houve um disparo feito naquele local." 

O corpo de Pedro Henrique apareceu misteriosamente no local da investigação


"No dia seguinte, passamos a ouvir todas as testemunhas e pessoas envolvidas no fato. Mas, logo pela manhã do domingo, recebemos a notícia de que havia sido encontrado um corpo, exatamente no mesmo local em que tínhamos feito uma vistoria e localizado a arma. O que é estranho porque o corpo não estava lá quando tínhamos ido.

O jovem encontrado morto era um dos assaltantes, Pedro Henrique da Silva Magalhães. Passamos a ouvir primeiramente o irmão dele, que afirmou ter passado também pelo mesmo local por volta das 22h do dia interior, e mais uma vez pela manhã de domingo, às 7h. Ele disse que em nenhuma vez chegou a ver esse corpo. Nos causa estranheza que de repente, por volta das 8h, alguém o tenha achado." 

Pedro Henrique da Silva Magalhães, suspeito encontrado morto depois do crime

O depoimento do assaltante sobrevivente é confuso 

"Anderson tenta distorcer os fatos para não admitir que houve o roubo anterior.

Primeiro ele contou que foi abordado por um policial e correu junto com Jorge Henrique. Em outra ocasião, afirmou que fugiu de uma abordagem do Esquadrão Águia. Na terceira conversa, ele já disse que foi abordado e Pedro Henrique conseguiu fugir, enquanto ele tinha ficado com os policiais. Sempre há uma contradição no depoimento."

Anderson Cabral, comparsa de Pedro Henrique, levou um tiro nas nádegas 

A versão da polícia 

"O que nós acreditamos é que, os dois estavam feridos e com receio de ir ao Hospital, para não serem identificados e presos. Anderson arrastou o corpo do colega no local, na tentativa de manipular toda os fatos e tentar forjar um cenário de execução. Mas isso ainda estamos apurando.

Ele nega que soubesse da existência de qualquer arma, e isso normalmente é uma estratégia dos assaltantes por uma questão jurídica. Mas, ele confessa que em outras oportunidades realizou assaltos junto com Pedro Henrique, inclusive, a intenção deles era praticar um roubo em Bernardo do Mearim. Mas fica a pergunta, eles iam para Bernardo do Mearim praticar um assalto com uma faca? Acredito que não."

Anderson pode ser julgado pela morte do colega 

"Ele provavelmente quis evitar que o colega fosse socorrido. O ferimento de Anderson era leve (um tiro de raspão em uma das nádegas). Já o ferimento de Pedro Henrique era mais grave. 


Se nossa linha de investigação for confirmada, ele ainda deverá responder pelo homicídio de Pedro Henrique, pois se ele tivesse recebido socorro não teria morrido."

- Com informações de Ribinha FM (Tribuna 101)

26 comentários:

  1. Belo trabalho da polícia , vai roubar no inferno agora

    ResponderExcluir
  2. Essa história está mal contada

    ResponderExcluir
  3. Mas um caso que vai quair no esquecimento

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que cair mesmo,ess e meseravel nunca mais vai roubar ninguém, parabéns ao policial

      Excluir
    2. Tem que cair mesmo,ess e meseravel nunca mais vai roubar ninguém, parabéns ao policial

      Excluir
    3. Quem ligar pra vagabundo? A pessoa tem q fica triste quando morrer um cidadão de bem..vagabundo o mundo ta cheio .

      Excluir
  4. Eu so sei que a polícia está de parabéns,esse inviduo que foi preso tá querendo tirar o seu da reta e responder só pelo o assalto,mai a policia tem que arrochar esse pilantra,vai ficar conhecido no meio do crime como CÚ FURADO kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Eu so sei que a polícia está de parabéns,esse inviduo que foi preso tá querendo tirar o seu da reta e responder só pelo o assalto,mai a policia tem que arrochar esse pilantra,vai ficar conhecido no meio do crime como CÚ FURADO kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Essa história esta mau contada nada hav.. Kd as vitimas q vcs policias dizem ter ouvido?? Kd quem atirou?? Tao tapando o sol com a peneira. Mas isso nao vai fica assim..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idiota,tu quer que a polícia ouça uma vitima e vá lá em tua casa te dizer é otario

      Excluir
    2. Idiota,tu quer que a polícia ouça uma vitima e vá lá em tua casa te dizer é otario

      Excluir
    3. Tú vai é parar na mesma vala do vagabundo pra aprender......

      Excluir
    4. E se fosse vc ?! Seu filho ou filha que tivesse sido abordados por dois vagabundos ?? Ninguém fala do estado em que a senhora ficou e a criança???como fica a mente destas pessoas...? Eu digo:medo,angústia sensação de impotência... dois covardes que acharam que iriam se dar bem as custas de uma senhora de bem e uma criança... Foi bem feito!!! O preço do pecado é a morte! Vai te converter e lagar a mão de falar besteira sem saber,e parar de se esconder por trás de redes sociais... Duvido que vc seja uma pessoa de bem...
      Parabéns a polícia que fez um belo trabalho...

      Excluir
  7. Sempre tem idiota passando a mão na cabeça de bandido. Quem defende deve ser meliante ou ter ladrão na família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivemos nun país democrático respeito às opinião dos outros dois mesmo geitô que você gostaria de ser respeitado ok

      Excluir
  8. A polícia quer atirou tem quer ser condecorado e promovido parabéns a polícia

    ResponderExcluir
  9. A polícia quer atirou tem quer ser condecorado e promovido parabéns a polícia

    ResponderExcluir
  10. Policia safado cadê a arma do crime que nunca apareceu matou o rapaz em legítima defesa cara não te vi como se defender e vocês Blogueiros são tudo farinha do mesmo saco ouvindo safadeza policial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. deixar de proteger vagabundo ô imbecil,tá com peninha dele mete o peito na frente do aço por ele idiota!

      Excluir
  11. Um bandido a menos ! Cpf cancelado. Parabéns polícia

    ResponderExcluir
  12. Não foi a policia que matou esse bandido mais foi bem feito

    ResponderExcluir
  13. Já estava na hora mesmo só eles levavam a melhor parabéns ao atirador

    ResponderExcluir
  14. Já estava na hora mesmo só eles levavam a melhor parabéns ao atirador

    ResponderExcluir
  15. Dá raiva deste atirador, mais tudo bem! só que na prosíssima vez vê se capricha mais e mata os dois

    ResponderExcluir
  16. Sábado vamos fazer uma carreata com esse atirador, na Avenida RIO branco!!! Bolsonaro mandou.

    ResponderExcluir