quinta-feira, 23 de maio de 2019

POR UM TRIZ: Polícia interrompe tribunal do crime que sentenciou à morte pessoas de Pedreiras e Trizidela do Vale em São Luís

Entre as vítimas, havia dois homens de Pedreiras e uma mulher de Trizidela do Vale
Na última terça-feira (21), por volta das 17h, três pessoas, sendo uma delas de Trizidela do Vale e duas de Pedreiras, acabaram escapando da morte ao serem libertadas por PM's, quando eram submetidas a uma sessão do Tribunal do Crime. O fato ocorreu no bairro Vila Ivar Saldanha.  

As vítimas foram identificadas como Manoel de Oliveira Vieira, José Lucas Miranda Medeiros, ambos de Pedreiras e Mayara Coutinho Teixeira, natural de Trizidela do Vale. Os três foram capturados por integrantes de uma facção criminosa, quando procuravam quitinete para alugar na área do João Paulo e Vila Ivar Saldanha, região periférica de São Luís. O três por serem estranhos na área, teriam sido confundidos com membros de uma facção rival.

Sentença de morte

As vítimas foram surpreendidas e dominadas por homens fortemente armados, eles usaram cordas para imobilizar os três e os levaram até a Rua Renato Viana, na Vila Ivar Saldanha.  No local, as vítimas foram arrastadas para a área do mangue, onde os criminosos deram início a uma sessão de julgamento para sentenciá-los à morte. 

Por sorte, policiais da Equipe Tornado, do 9º Batalhão da Polícia Militar, foram informados da situação e chegaram rapidamente ao local indicado com apoio de outras viaturas. Os agentes foram recebidos a tiros e após um intenso tiroteio conseguiram resgatar as vítimas. 

Ao todo, sete bandidos foram presos e encaminhados para o Plantão Central da Rua do Norte. Os outros conseguiram fugir pelo manguezal. 

Os capturados foram autuados em flagrante por  associação criminosa, sequestro e cárcere privado.

Fotos dos acusados

Continua...






Com informações de Silvan Alves

4 comentários:

  1. Como diz o ditado,``é melhor escapar fedendo que morre cheiroso``kkkk.Posso esta enganado,mais essa mayara é uma noiadinha que ja foi presa aqui em pedreiras umas duas vezes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm tô achando quer ê ela

      Os pais dela.sao gente boa trabalhador honesto
      Seevo de Deus.

      Eles tem sofrido muito
      Mas Deus tem um plano na vida desses jovems

      Aceite a Jesus olha o livramento quer Deus deu pra vcs

      Excluir
  2. Se Lúcifer,viu a fotos desses marginais, com certeza ele ficou apavorado Carlinhos.

    ResponderExcluir
  3. Essa história tá confusa, se esses marginais não tivessem certeza de que essas pessoas eram seus alvos não iriam submete-los a um tribunal do crime.

    ResponderExcluir