Compartilhe essa Notícia:

Você já abraçou fortemente alguém no dia de hoje?

Neste mês, a Secretaria Municipal de Saúde vem intensificando as ações do ‘Setembro Amarelo’ – que é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, ela foi criada em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).
A assessora especial da Saúde, Dra. Cássia Ribeiro, em parceria com a assistente social Jéssica Gonçalves, estão levando rodas de conversas e palestras educativas aos ambientes de trabalhos dos setores administrativos, unidades de saúde e unidades educacionais. 

O lindo trabalho está alcançando resultados positivos, pois são realizados dinâmicas, reflexões e a socialização do projeto com o testemunho pessoal de Jéssica. A assistente social esteve mergulhada em dias escuros e enfrentou o lado sombrio da depressão, umas das doenças do século que mais tem acometido a diferentes tipos de pessoas, independente de idade, classe social, profissão e credo religioso, e que se não tratadas, podem tornar-se gatilho para a morte por suicídio.
Depressão e ansiedade são a segunda maior causa de adoecimento relacionado ao trabalho no Brasil. Somadas, as duas doenças, representam 49% de todos os casos classificados como transtornos mentais que surgiram ou se agravaram nos ambientes de trabalho. Por esse motivo, a Secretaria Municipal de Saúde está realizando palestra educativas nos ambientes de trabalho do município para que haja uma maior conscientização sobre o assunto.

“O SETEMBRO AMARELO desse ano está sendo totalmente diferente dos outros anos, porque hoje eu sei exatamente o que uma pessoa deprimida SENTE. Senti e ainda sinto na pele os sintomas da Depressão e transtorno de ansiedade, e saber que de alguma forma eu consigo sensibilizar sobre essa DOENÇA e tocar o coração de quem está ouvindo, e levar esperança para quem está vivendo a mesma situação é motivo de muita ALEGRIA para mim! Isso mesmo, ALEGRIA!”, relatou Jéssica sobre a experiência de poder conversar com as pessoas atualmente sobre o assunto.
Até o fechamento deste post, o projeto já havia levado sua mensagem aos colaboradores da Prefeitura Municipal, da Secretaria de Saúde, Secretaria de Educação e Ambulatório. Mas não para por aí, dia 30 será o Dia D com a participação de toda a sociedade nesta causa. Uma grande mobilização em vias públicas está marcada para este dia!

Nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas. O dado, da Organização Mundial da Saúde (OMS), indica que a prevenção é fundamental para reverter essa situação, garantindo ajuda e atenção adequadas.
A primeira medida preventiva é a educação. É preciso perder o medo de se falar sobre o assunto. O caminho é quebrar tabus e compartilhar informações. Esclarecer, conscientizar, estimular o diálogo e abrir espaço para campanhas contribuem para tirar o assunto da invisibilidade e, assim, mudar essa realidade.

Hoje, 32 brasileiros se suicidam diariamente. No mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos. Aproximadamente 1 milhão de pessoas se matam a cada ano. Sabe-se que os números são muito maiores, pois a subnotificação é reconhecida. Além disso, os especialistas estimam que o total de tentativas supere o de suicídios em pelo menos dez vezes.  















Fonte: Fernando Melo
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA