Compartilhe essa Notícia:

Martinha 

O corpo da estudante de Direito Marta Ferreira, 20 anos, chegou em Pedreiras por volta de 1 hora da madrugada desta segunda-feira e foi velado em uma chácara, localizada às margens da MA-122, próximo ao povoado Insono.

O corpo foi sepultado no cemitério do Cetro da Velha Rosa, uma comunidade rural de Trizidela do Vale, às 9h desta manhã. “Vários órgãos internos foram atingidos, estavam lacerados e, em decorrência, foi preciso fazer o sepultamento do corpo logo cedo”, explicou uma família de Martinha.

Martinha, como era mais conhecida, morreu na tarde de domingo (1) no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), após sofrer um acidente no clube da Associação dos Policiais Militares de Timon (Aspom), no Maranhão.

Uma coluna de concreto, onde a jovem armou uma rede caiu sobre ela. Segundo informações do zelador do clube, no momento do acidente havia outra pessoa deitada com Marta. A pancada teria atingido seu abdômen.

No momento do acidente, ela estava em uma área concebida para ser um palco, mas a obra está inacabada e sem teto.
 
Coluna que caiu sobre Martinha 

A jovem foi levada às pressas para Unidade de Pronto Atendimento de Timon. Durante o trajeto, ela sofreu uma convulsão e chegou desacordada na unidade de saúde.

Devido à gravidade, Marta foi transferida para o Hospital de Urgência de Teresina e morreu após falência múltipla dos órgãos por volta das 14h.
 
Sítio da avó de Martinha, onde o corpo foi velado 
Martinha era filha de Edilene Oliveira, dona clínica de estética Labelle, e que foi enteada de Paulinho Maratá, duas pessoas bastante conhecida em Pedreiras e Trizidela do Vale.

Martinha completaria 21 anos em abril, cursava Direito na Faculdade Santo Agostinho, já estava se preparando para fazer o exame da OAB e estava no Clube, porque era sobrinha de um policial militar de Timon 

Amigos lamentam morte

Nas redes sociais amigos e familiares da jovem lamentaram sua rápida partida. “Que Deus te receba em paz. Que triste, minha cara colega de turma! Fiquei abalada em saber dessa notícia”, escreveu uma amiga.

“Meu Deus, sem acreditar! Que Deus te proteja no céu Martinha. E força aos familiares e amigos”, lamentou um amigo.

 "Dizem que toda a as coisas lindas pertencem a Deus então você é de Deus. Princesa, fica em paz e ao lado do criador", postou uma amiga.


Nada que eu escreva, ou que eu fale, irá diminuir a dor que essa família querida está sentindo agora . Mas eu “ preciso” fazer uma homenagem carinhosa para essa princesa linda que teve uma passagem breve por aqui na Terra, mas deixou sua leveza, seu carisma , sua doçura, como característica de sua personalidade. Sempre gentil, carinhosa e muito linda, é assim que sempre lembrarei dela . Somos pequenos pra entender os propósitos de Deus.
Mesmo sabendo que a vida dos nossos filhos, assim como a nossa, a Deus pertence, poucas coisas nos parecem tão anti-naturais como a partida definitiva de um filho. Nenhum pai ou mãe deveriam passar por este sofrimento. Mas infelizmente, as vezes, passamos .
Saibam que meus sentimentos e minhas lágrimas se juntam agora às suas, e com elas lamento e choro a perda dessa linda princesinha . Agora fica a saudade infinita, a dor incurável de um adeus inevitável que chegou cedo demais. Mas Deus sabe o que faz, e n’Ele devem confiar e nunca perder a fé. Nesse triste domingo,quero manifestar meu apoio e solidariedade neste momento de profunda dor e angústia.
Que a paz invada o coração de toda família e vocês sintam o conforto de todos os amigos que tentam amenizar essa tristeza. Quero que saibam que estarei aqui, sempre disponível para tudo que precisarem. Que Deus abençoe todos vocês ! 😞😞😞😞🙏🙏🙏🙏♥️ Elenice Fernandes Eunice Fernandes Edilene Oliveira



____________________

Luto em Pedreiras - jovem morre em Teresina


⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

2 Comentários

  1. muito triste, fatalidade.

    ResponderExcluir
  2. Pela foto, a coluna parece que não tinha estrutura de ferro (vergalhão).

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA