Compartilhe essa Notícia:


Os médicos maranhenses estão vivendo um verdadeiro pesadelo nos hospitais do estado. Por meio de denúncias de pacientes e funcionários, o Blog recebeu a informação de que os profissionais não estão recebendo os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que se tratam de um conjunto de itens essenciais para evitar a propagação do coronavírus. 

Dentre os equipamentos contidos no kit estão máscaras N95, toucas, aventais, luvas, óculos de proteção, protetores faciais, macacões e até mesmo o álcool gel. Os ítens são um direito dos profissionais e sua obtenção está assegurada pela lei, uma vez que os médicos devem ter condições e proteção adequada para não se contaminarem. 

Há relatos de que muitos médicos solicitam os equipamentos e a resposta é sempre a mesma: não tem ou não existe autorização para a entrega dos EPIs. Um profissional não identificado chegou a desabafar: “Estão nos fazendo bater de frente com uma perigosíssima pandemia, tudo apenas com uma máscara branca descartável, ou seja, estão nos mandando para a morte. Nós também temos família, também queremos viver, ninguém quer ser herói no cemitério . Queremos salvar vidas, mas também queremos nossa proteção de direito”, disse.

A categoria reivindica adoção de medidas urgentes para garantir a proteção de médicos e demais profissionais que atuam nas unidades de saúde. A escassez e precariedade vem se tornando generalizada, o que representa risco para a saúde de profissionais e pacientes enquadrados no grupo de risco. 

Equipamentos de Proteção Individual para profissionais da saúde








⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. Aqui no Maranhão tem um prefeito que contratou uma empresa em nome de laranja só pra fornecer quentinha até os carros são deles trouxe uns caminhões da sua cidade Natal só comer o dinheiro da prefeitura e o povo é cego pensa que no prefeito é tudo! É Tudo no bolso dele até drone está ganhando dinheiro pra tira fotos do alto

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA