Compartilhe essa Notícia:


Na noite desta quarta-feira (20), por volta das 22h30m, três ônibus escolares ficaram completamente carbonizados após um incêndio no pátio da Prefeitura de São José dos Basílios. Leia AQUI.

O prefeito da cidade, Creginaldo Rodrigues, o Farinha Paé, gravou um vídeo comentando o lamentável episódio. Para o gestor, o incêndio foi criminoso, provocado por pessoas contrárias ao seu governo com o único propósito de atingí-lo. “Senhoras e senhores de São José dos Basílios, venho através desse vídeo falar para vocês da minha tristeza e revolta em relação a esse ato criminoso cometido contra as crianças, jovens e adolescentes do nosso município. Nesta quarta-feira, 20 de maio, criminosos atearam fogo em três ônibus escolares do nosso município, achando que assim estariam prejudicando apenas o prefeito Farinha Paé, mas na verdade isso prejudica todo o povo de São José dos Basílios e, principalmente, os nossos jovens e crianças que precisavam desses ônibus para se locomover até as suas escolas”, declarou o gestor.

Farinha Paé afirmou ainda que dará total apoio nas investigações da Polícia Civil e não medirá esforços para identificar os autores do ato criminoso. Ele também informou que buscará soluções imediatas para o problema, solicitando audiências com os Governos Estadual e Federal para aquisição de novos veículos.
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

5 Comentários

  1. O que ser humano não é capaz de fazer por dinheiro e poder. Por isso é que estamos em meio de tanta coisa ruim acontecendo...

    ResponderExcluir
  2. Por que o nome farinha baé ?

    ResponderExcluir
  3. tristeza e revolta, quem tem são os basilienses que o elegeram, esse cidadão, como uma esperança por dias melhores, e o que ele conseguiu e esta conseguindo é ser pior que gestor anterior, o homem esta tendo um enriquecimento que não condiz com seu salário, será porque?
    nem duvido que foi ele mesmo que tenha mandado colocar fogo, sendo que ele tem um grande recurso para gastar das precatórias do fundef

    ResponderExcluir
  4. Só quem perde São os alunos do interior que dependia desse transporte.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA