Compartilhe essa Notícia:

Pacatá.

Investigadores da 16ª Delegacia de Polícia Civil de Bacabal cumpriram mais um mandado de prisão no município. Dessa vez em desfavor do indivíduo conhecido como "Pacatá", o principal suspeito de ter assassinado ''Pinote".  

No dia 28 de junho de 2020, Pinote se encontrava próximo ao supermercado Mix Mateus com uma mulher, quando Pacatá, acompanhado de um indivíduo conhecido como "Sorriso", se aproximou dos dois pedindo dinheiro. 

Após se negar a oferecer qualquer quantia, a dupla puxou facões e subtraiu de Pinote o dinheiro que ele tinha. Houve luta corporal entre a vítima e os dois homens, porém, por estar desarmado e em desvantagem por lutar contra dois, ele acabou correndo. 

Os meliantes perseguiram Pinote e lesionaram ele com vários golpes de facão. Gravemente ferido, ele foi socorrido ainda com vida, mas morreu enquanto recebia atendimento médico no Hospital Laura Vasconselos. 

O caso foi registrado como crime de latrocínio, isto é, roubo seguido de morte. Nos dias que se seguiram após o crime, os investigadores conseguiram efetuar a prisão de Sorriso, e agora, após bastante tempo, a Polícia Civil conseguiu lograr êxito em localizar e prender Pacatá, que negou a autoria do crime para a autoridade policial. 

Ele foi encaminhado para o presídio, onde está a disposição do Poder Judiciário. Veja a entrevista abaixo com o Delegado Carlos Renato: 

- Com informações do Repórter Romário Alves (Bacabal)

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA