Compartilhe essa Notícia:

Na última quinta-feira (26), o Fórum da Comarca de Pedreiras foi palco de um júri popular que condenou Ivan da Silva Sousa, mais conhecido como "Mossoró", a 19 anos e 6 meses de prisão pelo crime de feminicídio em Trizidela do Vale

O réu é acusado de ter assassinado sua ex-namorada, Jackeline Rodrigues da Silva, na madrugada de 16 de julho de 2019 na Rua São Joaquim, região do Bairro Baixada. 

O júri popular foi presidido pela juíza da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, Drª. Claudilene Morais de Oliveira. O promotor do caso foi o Dr. Lindenberg Vieira, enquanto o advogado de defesa foi o defensor público Dr. Fabrício Mendonça. Na data do julgamento, a Praça Bandeirantes, localizada próximo ao Fórum, teve vários cartazes pedindo justiça pela morte de Jackeline, além de imagens da vítima e mensagens pelo fim da violência contra a mulher.



O crime

"Mossoró" matou a ex-namorada por não concordar com o fim do relacionamento. No momento do crime, ele viu a vítima acompanhada de um amigo e desferiu uma facada na região das costas dela.

O golpe atingiu o baço da vítima. Jackeline ainda foi socorrida e levada para o hospital de Trizidela do Vale, mas devido à gravidade do seu estado de saúde, ela teve de ser encaminhada de ambulância para o hospital de Peritoró. Ao passar por procedimento cirúrgico, Jacke não resistiu ao ferimento e morreu. 

Na época, Mossoró confessou à imprensa local que cometeu o crime, mas afirmou que estava sob forte efeito de álcool e que não se lembrava dos detalhes. Ele teria dito ainda que estava arrependido.

O réu retornou para a Penitenciária de Pedreiras para o cumprimento da pena.

Mais informações

- 16/07/2019: FEMINICÍDIO — Mais uma mulher é assassinada em Trizidela do Vale (https://www.carlinhosfilho.com.br/2019/07/homem-esfaqueia-ex-mulher-em-trizidela.html)

- 16/07/2019: Mossoró afirma que não se lembra de nada que matou a ex-namorada em Trizidela do Vale (https://www.carlinhosfilho.com.br/2019/07/acusado-de-feminicidio-em-trizidela-do.html)

- 17/07/2019: “Foi por ciúme, eu a amava e fiz até empréstimo para comprar tudo para ela”, afirma o assassino de Jake (https://www.carlinhosfilho.com.br/2019/07/mossoro-confessa-feminicidio-praticado.html)

- 18/07/2019: Homem que acompanhava Jake afirma ter feito o possível para defender a vítima do feminicídio (https://www.carlinhosfilho.com.br/2019/07/homem-que-acompanhava-jake-afirma-ter.html)

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

2 Comentários

  1. Esses anos aí ainda e pouco era pra ser uns 50 anos ou mais desgraçado

    ResponderExcluir
  2. Pena alta. Mas vai sair. Os pais da vida vítima nunca mais a virão. Cadeia para Mossoró.

    ResponderExcluir