segunda-feira, 14 de março de 2016

Prefeitura de Vitorino Freire segue atrasando salários de servidores


Servidores denunciam a Prefeitura de Vitorino Freire (MA), em decorrência de salários atrasados. O problema constante preocupar, além dos servidores, o comércio e a população local. O clima é tenso no município administrado pelo prefeito Zé Leandro.

Em alguns setores, como Educação e Assistência Social, segundo os servidores que entraram em contato com o Blog do Carlinhos, o atraso completou dois meses, entrando no terceiro mês. A situação é mais delicada para os servidores contratados. Diante do fato, o prefeito Zé Leandro (foto) dificilmente é visto na cidade.

“Não é justo que nós, pais de família, trabalharmos para a prefeitura e, no final do mês, não recebermos os nossos salários e não ter como pagar nem mesmo a energia de nossas casas, por causa de pessoas irresponsáveis que mal administram nossa cidade”, reclamou um servidor que não vamos identificar.
Continua...

O SINTRASEP, sindicato que representa os profissionais de Educação de Vitorino Freire, está em constante lutas contra o governo municipal para garantir os direitos dos servidores (aumento, retroativo, abonos, salários em dia, terço de férias, 13º, etc). Está semana, os professores suspenderão as atividades por uma hora para participarem de uma manifestação em frente à Secretaria de Educação. "Vamos parar para reivindicar os nossos direitos legítimos", disse um professor.

Não é a primeira vez que esse tipo de denúncia chega à imprensa. Em novembro de 2015, a prefeitura de Vitiorino Freire já era acusada de atrasar salários ( veja aqui).

Enquanto falta dinheiro para pagar servidores municipais, sobram recursos para empresas contratadas pela Prefeitura de Vitorino Freire. No final de 2015, o contrato milionário com uma empresa ganhou as manchetes da imprensa maranhense. Na época, o prefeito José Leandro Maciel contratou por mais de R$ 1 milhão uma empresa para prestar serviços de locação de veículos para atender as secretarias da prefeitura.

Durante um ano, a empresa ACSL – Arquitetura Comercio Serviço e Locações Ltda. vai embolsar o exorbitante valor de R$ 1.434.000,00. O contrato está valendo.

Será gasto mais de 100 mil por mês com aluguel de carro, que sairá dos cofres públicos do município.


As informações sobre a contratação da prefeitura constam no Diário Oficial do dia 12 de Maio.

Um comentário:

  1. Nós da administração nunca recebemos nosso terço de férias eu por exemplo vou tirar férias agora de novo no mês de maio e vai fazer dois terço é uma vergonha

    ResponderExcluir