quinta-feira, 21 de abril de 2016

Polícia Civil de Pedreiras conclui inquérito do assassinato do adolescente Messias


Dois acusados estão em Pedrinhas e o adolescente na FUNAC de São Luís

A polícia civil de Pedreiras (MA) concluiu as investigações do homicídio do adolescente Manoel Messias, nesta quarta-feira (20). O adolescente foi assassinado no dia 11 do corrente. (Mais detalhes reveja aqui)

A conduta do adolescente infrator W. S. G. de 16 anos, que teve participação ativa no crime, foi devidamente apurada em procedimento específico, seguindo as leis e encaminhada à Justiça. Ele já se encontra em internação provisória na FUNAC de São Luís para pagar os atos infracionais relativos aos crimes de homicídio qualificado e destruição parcial de cadáver do adolescente Messias.

Também foi concluído o inquérito policial em que foram indiciados José Antônio de Sousa, vulgo Toinho, e Raimundo Nonato Saraiva Leite, o Nonato do Lava – Jato, por homicídio qualificado.

A prisão temporária de Nonato do Lava Jato foi transformada em prisão preventiva. Os dois estão presos no presídio de Pedrinhas, São Luís.

“Em que pese não ser possível trazer a vida do menor, a polícia civil se solidariza com os familiares e entende que, na medida de suas atribuições, a resposta foi dada a sociedade”, informou a polícia civil de Pedreiras (MA).
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário