quarta-feira, 30 de agosto de 2017

“Eu gostava dela,” disse Jesus, acusado de estuprar uma criança de 11 anos em Esperantinópolis

José de Moura Sousa, vulgo “Jesus”, acusado
O delegado Dr. Perikles, plantonista no último final de semana, na 14ª Delegacia Regional em Pedreiras, forneceu detalhes sobre o caso do homem de 35 anos, preso acusado de estuprar uma menina de 11 anos, na cidade de Esperantinópolis (MA), na última sexta-feira, dia 25. 

De acordo com o delegado, a criança B.K. B. A. é sobrinha da companheira do acusado, identificado como José de Moura Sousa, vulgo “Jesus”.

Confira trecho da entrevista ao repórter Ribinha da FM Cidade de Pedreiras, realizada no último final de semana e reproduzida no Programa Tribuna, desta quarta-feira, dia 30.

“Ele foi conduzido até a delegacia por conta do possível estupro. Foi feito a investigação e constatado o estupro; trata-se de uma criança de 11 anos e um maior de 30; ele confessou o crime. A menina está sendo assistida pelo Conselho Tutelar... A razão é por gostar da criança, mas pela idade, é uma violência presumida; temos então uma situação de estupro. Ele vai continuar preso, já foi informado o juiz e o Ministério Público sobre essa situação”, esclareceu o delegado plantonista e titular do DP de Poção de Pedras.

De acordo com o delegado Dr. Péricles, a prisão do acusado, na casa dele, se deve ação do Conselho Tutelar de Esperantinópolis, mediante denúncias de vizinhos.

“O Conselho Tutelar e vizinhos, estamos apurando mais alguns detalhes; mas tudo chegou através do Conselho Tutelar; a Polícia Militar atendeu a ocorrência e o conduziu a delegacia”, disse.

O delegado Dr. Perikles informou que o crime de estupro era recente.

“Ele não se recorda do tempo em que vinha abusando da menor, de datas específicas, mas não foi uma única vez; o exame feito na criança consta que era uma lesão bem recente, algo no mesmo dia”, apontou.

“Jesus” permanece preso, a disposição da justiça. O delegado titular de Esperantinópolis, Dr. Diego Maciel, segue com as investigações, ouvindo testemunhas, como a companheira do acusado e tia da vítima. 
______________________

Mais informações na vídeo - Reportagem de Ricardo Farias e Arimateia Rodrigues da TV Rio Flores, canal 7 de Pedreiras. 


11 comentários:

  1. Esse aí vai ser bem tratado na prisão, os detentos vão gostar muito dele!

    ResponderExcluir
  2. Poe um fio dental nele,os detentos vao amar

    ResponderExcluir
  3. PASSA O SAL NESSE VAGABUNDO.

    ResponderExcluir
  4. Tu ágora vai sabê ò quê bom vagabundo cem vergonha estuprá Umã criança setuprado só prestá sé moré prá respeitá criança sé tu estuprá à filha dê um homem olhá tu vai prá ò inferno lá é luga dê estuprado

    ResponderExcluir
  5. Ele merece ser estuprado e depois morto..ele sendo estuprado vai sentir a dor que essa criança sentiu

    ResponderExcluir
  6. Isso é um demônio um vagabundo desse mereciam era morrer mais infelizmente o nosso Brasil não tem lei

    ResponderExcluir
  7. Vai ser mulher na cadeia agora

    ResponderExcluir
  8. Demente Verme Lixo, Os cara vau Bota até o talu nesse teu c....

    ResponderExcluir
  9. Investiga também a companheira do acusado uma mulher que presta percebe qualquer alteração no comportamento de uma criança

    ResponderExcluir