domingo, 29 de abril de 2018

Após troca de tiros, suspeito de ter assassinado o lutador de Jiu-Jitsu Tiago Guma é morto pela polícia


Após troca de tiros com a polícia, foi morto Wilsimar Sousa Silva, o Cimar, suspeito de assassinar a tiros o lutador de Jiu-Jitsu Tiago Guma. A ação policial aconteceu no sábado, dia 28.
Wilsimar Sousa Silva, de 54 anos de idade, mais conhecido como "Cimar" estava foragido desde a última terça-feira (24), quando assassinou friamente com dois tiros o ex-campeão mundial de Jiu-Jitsu, Tiago Guma. O crime teria motivação numa discussão de transito na cidade de São Domingos do Maranhão.

Desde o dia do assassinato, Cimar estava sob forte cerco policial, montado pelas Polícias Civil e Militar na região. Informações publicadas em grupos dão conta de que por onde passava, ele se dizia arrependido e que não se entregaria, que preferia morrer. E foi morto pela polícia nas proximidades do povoado São Félix, Zona Rural de Governador Luis Rocha.

O corpo de Cima foi encaminhado para Hospital Municipal de Luis Rocha. Uma multidão de curiosos cercou o hospital aguardando a liberação do corpo.


Informações de Adonias Soares 

2 comentários:

  1. Vai doidão, se ferrou.

    ResponderExcluir
  2. Esse porco maldito ja está sentado com o bumbum no colo do capeta!

    ResponderExcluir