sexta-feira, 18 de maio de 2018

Empresário de Barra do Corda morto a tiros em Grajaú era acusado de receptar carga roubada


Carequinha foi preso no ano passado acusado de receptar carga roubada do Grupo Mateus 
Carequinha foi preso em 2017 e assassinato na última quarta-feira 
O empresário Cleiton Silva Reis, o “Careca”, assassinado a tiros na manhã de quarta-feira (16), no momento em que realizava uma venda a um comerciante, no povoado Alto do Coco, zona rural de Grajaú, limite com o município de Itaipava do Grajaú, já havia sido preso por envolvimento em uma quadrilha especializada em roubos de cargas na BR-226.

A quadrilha foi desbaratada em 5 de outubro de 2017, por roubar uma carga de secos e molhados, de propriedade do Grupo Mateus, no município de Sitio Novo.

Os policiais conseguiram recuperar, na oportunidade, toda a carga roubada no assalto, bem como identificar todas as pessoas envolvidas, desde os assaltantes, aos mandantes e receptadores. Um dos envolvidos presos foi Carlos Alberto Lima Coelho, ex-policial militar do Estado do Pará.
Carga roubada do Grupo Mateus 
Foram presos por crime de receptação Rogério Lima Araújo, Joelson Almeida Silva, Cleiton Silva Reis, conhecido por “Careca”, empresário de Barra do Corda,  e Charles Freitas Silva, com mandado de prisão por homicídio na cidade de Imperatriz.

Ainda estava sendo investigado por crime de receptação o empresário e pecuarista de Itaipava do Grajaú, Raimundo Nonato Araújo de Sousa, conhecido por “Magno”, que teria adquirido toda a carga roubada, avaliada em cerca de aproximadamente 120 mil reais, pelo valor de apenas 59 mil reais.
Foram apontados como mandantes desse assalto e gerenciadores da carga roubada as pessoas conhecidas por Valdivino Silva e Ildeglan, ambos de Grajaú.

Foram identificados como membros do grupo que teria realizado o assalto ao caminhão, além do policial Carlos Alberto, os homens conhecidos como Rogério, Alex e Roni (todos de Imperatriz, sendo o último do Bairro Lago Verde), além de mais duas pessoas não identificadas no momento da investigação.

Morto a tiros quando fazia uma venda

Cleiton Silva Reis, conhecido também como “Careca”, foi assassinado com três tiros na região da cabeça, na manhã de quarta-feira (16), no povoado Alto do Coco, zona rural do município de Grajaú, a 447 km de São Luís.

No momento do crime, a vítima realizava vendas de mercadorias para comércios nos povoados da região.

Segundo informações do Delegado Regional de Barra do Corda, Renilton Ferreira, o crime tem características de pistolagem.

“Carequinha”, que era conhecido como empresário em Barra do Corda, foi acompanhado de longe pelos assassinos que aguardaram o mesmo sentar em frente a um comércio.

No momento em que ele sentou e fazia anotações para realização de uma venda, de costas para a rua, os assassinos se aproximaram por trás e efetuaram os disparos.
Pessoas que presenciaram o assassinato relataram á policia que dois homens em uma motocicleta preta teriam chegado e efetuado os disparos contra a vítima que morreu ainda no local.

Do Blog do Gilberto Lima


Mais

Comerciante de Barra do Corda é executado com vários tiros na cabeça na zona rural de Grajaú

Nenhum comentário:

Postar um comentário