quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Obras rodoviárias são debatidas por Hildo Rocha em audiência no Dnit

 
O deputado federal Hildo Rocha participou nesta terça-feira (07) de audiência com o Diretor Geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Halpher Luiggi, em busca de soluções para demandas de municípios maranhenses e também para tratar sobre a retomada das obras de duplicação da BR-135, no trecho entre Bacabeira a Miranda, e BR-010, na passagem urbana de Imperatriz. O superintendente do órgão no Maranhão, Gerardo Fernandes, e o prefeito de Estreito, Cicin, participaram do encontro.

“Tratamos sobre o antigo problema existente em Estreito onde as duas rodovias federais que cortam o município ocasionam alagamentos nas casas, no período das chuvas. Para solucionar o problema é necessário a construção de uma galeria. O projeto está pronto e ficou acertado que ainda neste mês será feita a licitação e a obra deverá ser iniciada no mês de setembro. Além dessa questão, tratamos ainda de demandas de Buriticupu; Campestre do Maranhão Carolina e outras cidades”, explicou Hildo Rocha.
Continua...

Duplicação da BR-135

O deputado destacou que estão previstas ações para melhorar o andamento das obras de duplicação da BR-135, no trecho entre Bacabeira e Miranda do Norte. “Os recursos estão assegurados por meio de emenda impositiva de bancada que foi destinada pelos deputados e senadores do Maranhão para essa obra. Portanto, estou atento, cobrando e fiscalizando para que o cronograma seja mantido conforme está previsto no contrato firmado entre o governo federal, por Meio do Dnit, com as construtoras. Vim cobrar celeridade para a obra de duplicação da BR-135”, afirmou Hildo Rocha.

Passagem urbana da BR-010 em Imperatriz

O parlamentar discutiu ainda sobre a duplicação da BR-010, no trecho urbano da cidade de Imperatriz. Rocha disse que a dotação orçamentária da obra está incompleta mas o Dnit está contornando o problema por meio de descontingenciamento de recursos. “Estamos trabalhando para que sejam feitos remanejamentos de recursos para assegurar a continuidade da obra. Inclusive já existe dotação prevista para o ano de 2019. O diretor do Dnit garantiu que a obra irá continuar”, informou Hildo Rocha.

Assessoria

5 comentários:

  1. O asfalto do povoado Palmeiral eh um mistério onde muitos receberam propinas agora é só aguardar a justiça se manifestar.

    ResponderExcluir
  2. Período eleitoral é bom pra memória alguns políticos até conseguem lembrar que o Maranhão precisa de asfalto .

    ResponderExcluir
  3. Tem prefeitura aí que comprou material fora do município como Cimento por exemplo fora custaa o saco 8,00 reias no mmunicípio custa 20,00 mas.qual das notas fiscais. vai ser apresentado na contabilidade temos muito trabalho pela frente mas quem já trabalhou com auditoria sabe resolver isso fácil fácil aguardem

    ResponderExcluir
  4. Contra os mentirosos Bolsonaro presidente e Maura Jorge governadora meu povo

    ResponderExcluir
  5. Eu também voto em Bolsonaro presidente e Maura Jorge governadora .

    ResponderExcluir