domingo, 10 de fevereiro de 2019

Reunião entre FUP e artesãos define realização da feira de artesanato de Pedreiras


A parceria com empresários para a valorização do artesanato local e a realização da Feira de Artesanato foram os principais assuntos discutidos durante reunião da Prefeitura de Pedreiras por meio da Fundação Pedreirense de Cultura e Turismo (FUP), com os artesãos, na última terça-feira (05/02), na Biblioteca Pública Antenor Amaral, ficando definida a data de 19 de março deste ano (dia do artesão), para a realização das atividades.

O Governo Municipal apresentou o pré-projeto com objetivo, justificativa e orçamento aos participantes e colheu sugestões. Dessa forma, ficou assim definido que a feira acontecerá na Praça Corrêa de Araújo, com a exposição e comercialização de produtos artesanais, da gastronomia abrindo espaço para os pratos típicos de nossa região, apresentações de grupos de danças típicas e tradicionais, além da participação de cantores e poetas.

A ideia é fazer um grande resgate das feiras de arte, como as que foram realizadas no passado e ainda promover cursos e intercâmbio cultural.

 “É preciso investir em capacitação e também em uma ajuda de custo, pois existem artesãos que sabem produzir mas que no momento estão numa situação complicada, às vezes sem recurso financeiro para adquirir o material, assim ficou acordado que será feito mapeamento dessas pessoas e tomar as providências cabíveis para solucionar o problema”, disse a presidente da Associação dos Artesãos de Pedreiras e Trizidela do Vale (ARTPET), Ucledna Sousa.

A artesã Margareth Vieira se manifestou posteriormente nas redes sociais sobre o resultado da reunião. “Reunião proveitosa e produtiva para todos que permaneceram até o final, foi dada a oportunidade a todos os presentes para expressarem sua opinião, sugestões, após apresentação do projeto relacionado ao programa de artesanato do município.  O melhor é ouvir e respeitar a opinião do outro na construção de um projeto onde cada um é importante e sua proposta pode ser para o bem coletivo e não de poucos, isso se chama projeto participativo. Na arte somos todos iguais”, disse, parabenizando a gestão pela iniciativa.

Ficou ainda definida a apresentação do projeto aos empresários pedreirenses em encontro na Câmara dos Dirigentes Lojistas de Pedreiras (CDL), buscando a parceria público-privada, além da criação do Cartão Vale Cultura. “as empresas aderem ao projeto e oferecem aos fazedores de cultura descontos especiais, fomentando assim a nossa cultura. Já apresentamos ao Gilmárcio Saturnino, representante da CDL, que gostou da ideia e uma comissão apresentará o projeto já na próxima semana, juntamente comigo, aos empresários”, explicou a presidente da FUP, Francinete Braga.

Vários artistas e entidades culturais participaram da reunião.




Ascom - Pedreiras 

Um comentário:

  1. Quero registrar inúmeros casos de assalto a motociclistas na região do Porto da Madeira logo após o povoado Transwal, (Trisidela do Vale) ja tive um primo que teve sua moto roubada e inúmeras vítimas. E agora o caso mais recente foi um jovem morador do povoado Cocalinho que teve sua moto tomada de assalto, e ainda foi atingido por tiros disparados pelos bandidos.
    Por aquela estrada circula inúmeras pessoas vindo dos povoados sentido as cidades de Pedreiras e Trisidela do Vale.
    Bandidos ficam dentro do matagal esperando pelas vítimas.
    Alô Policia Militar, Major Ricardo, Policia Cívil, Secretários de Segurança, é hora de colocar o serviço de inteligência da Polícia pra agir.
    Srs. Prefeitos vamos tomar providência o povo já não suporta terem seus bens levados dessa forma por bandidos.

    ResponderExcluir