Compartilhe essa Notícia:

O Restaurante Popular de Conceição do Lago Açu fica localizado na entrada da cidade e está em pleno funcionamento

No último sábado (7), o prefeito Alexandre Lavepel, acompanhado do deputado estadual Vinicius Louro, entregou importantes obras para a população de Conceição do Lago Açu. Entre elas, o Restaurante Popular, que funcionará de segunda a sexta e oferece refeição adequada à população pelo preço de R$ 2,00.

O restaurante, em seus primeiros dias, vem se mostrando relativamente bem sucedido. Há variedade de alimentos, ambiente higiênico, comida de boa qualidade e sobremesa. Até mesmo médicos e servidores do município estão aproveitando para almoçar no local. 


No entanto, a situação de vulnerabilidade em Conceição do Lago Açu é considerada crítica. O município inclusive está incluído no programa "Mais IDH" por conta do baixo Índice de Desenvolvimento Humano.
Da esquerda para a direita: Secretário do Desenvolvimento Social Márcio Honaiser, Deputado Vinícius Louro e Prefeito Alexandre Lavepel durante a inauguração do Restaurante Popular em Conceição do Lago Açu


Apesar da forte divulgação do restaurante pela prefeitura, apenas metade das 300 porções diárias de refeições está sendo vendida, ou seja, a população do município não tem nem dois reais para comer no Restaurante Popular e usufruir do benefício. Resultado: está sobrando muita comida.

Devido ao quadro delicado dos indicadores socioeconômicos, o prefeito, a Secretaria de Assistência Social do município e o Governo do Estado devem repensar formas de doar alimentação para as comunidades pobres.

O último sábado foi marcado como o "Dia D" de inaugurações do Restaurante Popular em várias localidades. Dentre os municípios contemplados estão Aldeias Altas, Serrano do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Lagoa Grande do Maranhão, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto e Cajari. 









Mais 

*Um dia marcado por inaugurações em Conceição do Lago Açu: https://www.carlinhosfilho.com.br/2019/12/um-dia-marcado-por-inauguracoes-em.html
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

12 Comentários

  1. Ta na hora do erlanio conseguir um pra igarapé Grande

    ResponderExcluir
  2. O cara não ter R$ 2.00 no bolso pra comer, é melhor pegar ele pelo braço e da-lhe uma surro de cipó pra vê se cria coragem pra trabalhar

    ResponderExcluir
  3. Aquí em lago açu que botam que lago açu vive na miséria tá sobrando comida é porque todos tem comida em casa só vai lá quem tem transporte quem vai sair apes lá pra pomta da rua por causa de dois reais

    ResponderExcluir
  4. Mas hoje não sobrou comida lá não

    ResponderExcluir
  5. No Df são mais de dez restaurantes comunitários com comida a R$1,00. O governo deveria baixar o preço para R$1,00 o Governo do Maranhão

    ResponderExcluir
  6. Povo pobre e burro paga 1000 reais de imposto e recebe 5 reais de comida

    ResponderExcluir
  7. Nos primeiros meses o almoço o Bom más quando passar uns três meses a comida nem cachorro come aqui na cidade de Lago da Pedra no começo a comida era Boa de mais más hoje o almoço no restaurante popular da cidade de Lago da Pedra e uma negação no começo as fila era longa a comida era Boa hoje não dá quase ninguém porque a qualidade do almoço do Ristorante popular da cidade de Lago da Pedra e pecima ruim horrível

    ResponderExcluir
  8. O mais importante séria os políticos buscarem meios de incentivar o empreendedorismo. Será de onde vem os alimentos servido a esse preço? Porque a prefeitura não incentiva produção desses alimentos. Uma coisa aprendi, nunca se deve dar o peixe sem ensinar a pescar. Prefeitos dê oportunidade para população buscar o peixe sabendo pescar. Procure incentivar o empreendedorismo. Incentive a produção de alimentos, seja a verdura, leite e demais alimentos.

    ResponderExcluir
  9. ESPERANTINOPÓLIS - MPMA pede nomeação de aprovados e anulação de contratos temporários
    Imprimir
    Publicado: 06 Março 2017 Acessos: 657
    Mapa Esperantinopolis.svg O Ministério Público do Maranhão (MPMA) encaminhou, em 23 de fevereiro, uma Recomendação ao Município de Esperantinópolis, solicitando a tomada de providências para regularizar o quadro de servidores municipais.

    Formulada pelo titular da Promotoria de Justiça da comarca, Xilon Souza Júnior, o documento foi entregue durante uma reunião sobre o assunto, realizada na sede do MPMA.

    Segundo o promotor de justiça, mesmo havendo muitos candidatos aprovados e excedentes do último concurso, realizado em outubro de 2015, a Prefeitura encaminhou à Câmara uma Lei Municipal tratando de contratação direta de servidores.

    Apesar de terem nomenclaturas diferentes, os cargos citados na lei, aprovada em 9 de fevereiro, possuem as mesmas atribuições dos cargos já oferecidos no referido concurso público.

    Para Souza Júnior, a Lei Municipal demonstra a necessidade do Município em nomear os aprovados.

    SOLICITAÇÕES

    Pela Recomendação nº 02/2017- PJESP, a prefeitura deve abster-se da contratação direta com base na lei aprovada. O MPMA pede, ainda, a anulação, em 30 dias, de todos os contratos temporários vigentes, que foram celebrados em detrimento da convocação de candidatos aprovados no certame.

    No mesmo prazo, devem ser nomeados todos os aprovados no concurso, incluindo os excedentes até preencher o número equivalente às contratações temporárias já feitas, bem como às vagas previstas na Lei Municipal.

    Devem ser encaminhadas, em 35 dias, ao Ministério Público as cópias dos atos de nomeação dos candidatos aprovados e de rescisão/anulação de todos os contratos temporários vigentes.

    REUNIÃO

    Além de candidatos aprovados e excedentes do concurso, participaram, ainda, da reunião o defensor público municipal, Mário Sérgio Santos; o secretário municipal de Administração, Kleube Andrade e o advogado Paulo Guilherme Alves.


    Sou Excedente e quero saber como anda esse processo na comarca do forum de Esperantinopolis Maranhão. pois já houve uma audiência pública em setembro deste ano de 2019. e até o momento a juíza titular Urbanete de Angiolis Silva não tomou nenhuma decisão ainda. em vista que existem varias pessoas contratadas preenchendo as vagas que foram oferecidas no certame(concurso)Apesar de terem nomenclaturas diferentes, os cargos citados na lei, aprovada em 9 de fevereiro, possuem as mesmas atribuições dos cargos já oferecidos no referido concurso público. lembrando que esse processo é de caráter de urgência, e ao mesmo tempo está suspenso. Eu e todos os excedentes, contamos com o seu apoio em divulgar essa matéria em seu blog que leva a informação de forma séria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há Esperantinópolis é uma potência, tem até mestras que nunca pisaram em a aula de mestrado, pensse num lugar evoluído, né mestraAlaiane?

      Excluir
  10. Esta notícia ratifica os dados do IBGE que o Maranhão é o estado mais pobre do Brasil. Um povo que pensa com o estômago não pode ter ideia. Há cidades no MA que não tem hospital para atendimento de mulheres grávidas, inclusive, inclusive, uns foram fechados. Pergunto: não seria necessário hospital em vez de restaurantes populares? como priorizar estes em detrimento daqueles? Ou, estão criando a falsa sensação através dessas medidas populistas: restaurantes, isenção de IPVA, gás, etc. Lembro que antes da eleição presidencial a Dilma fez semelhante e depois... bem, depois a situação piorou, 14 milhões de desempregados foi um entre os desastres.

    ResponderExcluir
  11. Por quer o povo dai nao quer trabalha 1 kg de coco 1real vao quebra coco

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA